A disseminação do coronavírus em todo o mundo causou muito desespero , com pessoas combatendo a doença em salas de isolamento, esperando se defender e voltar à vida normal.

A doença, que foi detectada no final do ano passado na cidade de Wuhan e, desde então, se espalhou por praticamente todos os países do mundo, afetou milhares de pessoas e causou pânico generalizado.

No entanto, em tempos sombrios como esses, a imagem de um paciente de 87 anos de idade, COVID-19, assistindo o pôr do sol com seu médico fora de um hospital em Wuhan, está trazendo esperança para o mundo inteiro.


A imagem tomou conta das redes sociais porque é aquela centelha de esperança – perdida em um momento em que a maioria das pessoas perdeu todo o senso do que é bom no mundo – de que todos precisamos.

O paciente idoso, parte da população mais vulnerável a essa nova doença, ficou confinado no hospital por semanas sem poder aproveitar o ar fresco, uma simples brisa ou luz do sol.

Por isso, quando ele estava sendo transferido de uma ala do hospital para outra, o homem aproveitou a oportunidade de abordar um de seus médicos e pedir um favor simples: aproveitar alguns minutos de luz natural.

A equipe médica avaliou o pedido do idoso e concordou com entusiasmo. Uma das poucas vantagens desse vírus é que ele deixou as cidades desertas, permitindo parar em avenidas movimentadas, agora vazias, e apreciar as paisagens geralmente cobertas por poluição, agora inexistentes.

A imagem, compartilhada pelo usuário do Twitter Chenchen Zhang, causou um grande impacto em todo o mundo, tanto para seus protagonistas quanto para seu belo significado.

O sol brilha alto em um céu completamente limpo e claro. O paciente está em sua maca, aproveitando o ar livre e apontando a mão para os vários detalhes que ele percebe na cidade vazia.

O seu médico, ao seu lado, compartilha o belo momento e aproveita esses belos minutos de calma e paz antes de lutar novamente contra a doença e salvar o maior número de vidas possível.

A bela fotografia, como esperado, imediatamente se tornou viral. Em todo o mundo, milhares de pessoas elogiaram a disposição dos médicos e a força do idoso que ainda estava lutando contra o temido coronavírus.

A imagem também foi aplaudida por mostrar que, mesmo nesses tempos de crise, de tempestade, o sol pode nascer. Essa esperança não deve ser perdida e que sobreviveremos como espécie para desfrutar de outro dia ensolarado.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS