Por: Saber Viver Mais

Uma pequisa realizada pela Universidade de Ruhr-Bochum, na Alemanha, existem tipos de enxaguantes bucais que através do gargarejo são capazes de inativar o vírus da Covid-19.

Foram testadas oito marcas de enxaguantes buscais que tinham composições diferentes. O teste foi bem simples: Cada produto foi misturado com partículas virais por 30 segundos, simulando um efeito de um gargarejo.

Logo após foi feito uma aplicação junto com a mistura de células do tipo Vero E6, que são receptivas ao novo coronavírus.

Após os 30 segundos de exposição ao enxaguantes notou-se que houve uma redução a carga viral, chegando a um ponto de não haver nenhum microrganismo nos testes.

Após o sucesso da primeira análise, o grupo quer fazer um estudo clínico sobre a eficácia dos produtos contra o Sars-CoV-2.

“Fazer gargarejos com enxaguante bucal não pode inibir a produção de vírus nas células, mas pode reduzir a carga viral a curto prazo de onde vem o maior potencial de infecção, a cavidade oral e a garganta, e isso poderia ser útil em certas situações, como no dentista ou durante o atendimento médico de pacientes da Covid-19”, foi o que explicou o Toni Meister, líder do estudo em um cominicado

Mas atenção, os enxaguantes bucais não inibem a produção de vírus nas células, mas podem ajudar a reduzir a carga viral a curto prazo.

Com informações: SNB

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS