A pandemia de coronavírus significa um antes e um depois de várias maneiras. Os sistemas de saúde foram postos à prova e os trabalhadores estiveram na vanguarda dessa luta. Todos os sacrifícios que estão fazendo podem ter uma recompensa.

Profissionais de saúde que lutaram com o COVID-19 nos Estados Unidos receberão um perdão de empréstimo, de acordo com uma lei. É uma maneira de agradecer, um alívio que pode ser útil.

São enfermeiros, médicos e outros profissionais que estiveram no campo de batalha dos coronavírus. Uma comissão especialmente projetada analisará caso a caso e determinará se eles são elegíveis para remissão.

A congressista Carolyn Maloney entrou no projeto, que perdoará empréstimos feitos pela faculdade de medicina e outras instituições de ensino. Você pode revisar o projeto na íntegra, digitando aqui.

O projeto explica que aqueles que receberão o benefício serão aqueles que colaboraram como “médico, residente, estagiário, médico, enfermeiro, profissional de saúde em casa, profissional de saúde mental ou outro profissional de saúde”.

Embora também deixe espaço para a comissão integrar outros trabalhadores.

Da mesma forma, ele fala sobre as famílias e os bens que os profissionais que morreram devido a essa pandemia tiveram, que estarão livres desse tipo de empréstimo.

“Deveríamos fazer mais do que agradecê-los”, explica a congressista.

Essa maneira de agradecer deve ser replicada em outros lugares onde o COVID-19 foi batalhado, pois os profissionais reservam suas vidas para curar o resto.

Em alguns anos, quando isso for superado, lembraremos de suas contribuições e agradeceremos seu apoio. Nós já queremos dizer muito obrigado!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS