Com toda essa situação COVID-19 e de distanciamento social, várias empresas e organizadores de eventos são forçados a criar maneiras criativas de tornar reuniões sociais regulares e outros eventos seguros para seus clientes e visitantes. Por esse motivo, muitos conceitos exclusivos para eventos podem ser vistos emergindo rapidamente em todo o mundo.

Por exemplo, em julho deste ano, Paris está lançando seu primeiro cinema flutuante, onde as pessoas assistem a filmes em barcos elétricos socialmente distantes! O “Cinéma sur l’Eau” – ou cinema sobre a água – será realizado no dia 18 de julho no rio Sena. Esta noite de cinema será realizada para celebrar o retorno de Paris Plages, um programa anual administrado pela cidade que cria praias temporárias na capital francesa durante o verão.

Uma exibição de filmes grátis de 38 barcos elétricos que podem acomodar de duas a seis pessoas cada!

Como todos os assentos são gratuitos e há apenas 38 deles, as pessoas precisam participar de um sorteio para ganhar. Outros ainda poderão aproveitar a sessão em uma das 150 espreguiçadeiras espalhadas nas margens do Sena. As pessoas podem participar da loteria até 15 de julho.

Veja como fica o pôster do evento

Desde 2002, todo verão, as margens do Sena e da Bacia do Canal La Villette se transformam em um resort à beira-mar

Todo verão, os locais são transformados com palmeiras, cadeiras de praia, guarda-chuvas e até grandes piscinas. Além disso, todas as atividades aqui são gratuitas.

Por causa da crise da saúde, acredita-se que as Paris Plages deste ano serão muito diferentes. “Muitos parisienses não vão de férias. Muitos visitantes podem vir a Paris, especialmente visitantes de outras regiões francesas e não do exterior, e realmente queremos recebê-los e manter esse espírito festivo em Paris ”, disse o prefeito de Paris na RTL.

Um dos filmes que os parisienses poderão assistir neste cinema flutuante é Le Grand Bain, de Gilles Lelouche

Em inglês, ele se chama Sink or Swim e é um filme de comédia lançado em 2018, que apareceu pela primeira vez no 71º Festival de Cinema de Cannes. O filme conta uma história sobre um grupo de 40 e poucos homens que decidem formar a primeira equipe de natação sincronizada de sua piscina local para homens.

O outro é o curta-metragem de Victor Mirabel chamado A Corona Story

A Corona Story é um curta-metragem sobre a atual pandemia e venceu um concurso lançado pela cadeia de cinema Mk2.

Texto originalmente publicado no Bored Panda, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS