Por Eden Cyril

Salsão é um ingrediente versátil, que pode ir de sopas a saladas. Apesar da versatilidade, muita gente não é tão familiar com os vastos benefícios que acompanham o consumo desse vegetal.

O salsão, além de água na sua composição, tem antioxidantes, enzinas benéficas, vitaminas e minerais. Todas essas propriedades têm benefícios incríveis para pele, cabelo e saúde em geral.

1- Perda de peso

O salsão tem poucas calorias e muitas fibras, o que o torna excelente escolha para a perda de peso. Ele aumenta a saciedade e, como tem água, te mantém hidratado.

2- Ajuda na digestão

O salsão tem fibras naturais e fitoquímicos que são importantes para ajudar na digestão. Por conter quantidades iguais de fibras solúveis e insolúveis, ele previne a constipação e facilita a absorção e digestão de nutrientes.

3- Diminui o colesterol

O salsão contém uma substância que ajuda a diminuir a pressão sanguínea e diminuir o colesterol. É o 3-n-butylphthaline (3nb).

4- Reduz a inflamação

Por ter uma dúzia de diferentes tipos de antioxidantes, o salsão ajuda a tratar condições inflamatórias como artrite, reumatismo e etc.

5- Reposição de eletrólitos

Ao invés de beber um isotônico, o salsão pode ser um bom substituto pós exercícios, por conter altos níveis de potássio e sódio.

6- Ajuda a prevenir o câncer

O- salsão contém diversas substâncias preventivas, como a apigenina, que já provou ser eficiente no combate e prevenção.

7- Ajuda na hidratação do corpo

Ele é 95% composto por água.

8- Trata pedras renais

O óleo essencial do salsão contei compostos que ajudam a combater as pedras.

9- Bom para as vistas

O salsão contém 10% da quantidade diária indicada de vitamina A. Também contém luteína e zeaxantina, que diminuem o risco de degeneração nos olhos.

10- Ajuda a diminuir enxaqueca

Desidratação pode piorar a enxaqueca, então salsão é um excelente aliado. As suas sementes também ajudam por serem ricas em magnésio.

11- Ajuda a combater o mau hálito

É um excelente lanche por ajudar a combater os odores causados pelas bactérias que vivem na boca.

Leia mais:“Parem de usar o termo filhos adotivos”, diz Sandra Bullock

12- Ajuda no tratamento da acne

O salsão é rico em vitamina C e estimula a produção de colágeno. Também funciona como diurético, ajudando a eliminar toxinas que podem afetar a pele.

13- Previne úlceras

Ajuda a inibir o crescimento da bactéria H. pylori.

14- Ameniza os sintomas da menopausa

Estudos mostram que alimentos ricos em fitoestrogênios ajudam a equilibrar os níveis hormonais. Salsão é uma excelente escolha.

15- Ajuda a acalmar o sistema nervoso

O salsão contém alguns óleos essenciais que ajudam a regular o sistema nervoso e reduzir o stress.

16- Previne infecções por fungo

O óleo de salsão é antifúngico.

17- Ajuda a reduzir o inchaço estomacal

Esse inchaço causa desconforto físico devido a grande quantidade de gases no trato digestivo. O salsão ajuda a reduzir a retenção de fluidos no corpo.

18- Pode ajudar no tratamento de asma

Por ser anti-inflamatório, pode ajudar no tratamento da asma.

19- Ajuda na vida sexual

O salsão contém androsterona, que funciona como afrodisíaco.

20- Pode ajudar com a diabetes

Ajuda na redução de inflamações, por conter vitamina K. Tem propriedades antibióticas também.

21- Melhora as atividades cerebrais

O salsão é uma das fontes mais ricas de luteolina, que ajuda a reduzir inflamações no cérebro.

22- Melhora o balanço alcalino

É um dos alimentos com maior poder de neutralizar ácidos.

23- Propriedades contra o envelhecimento

As vitaminas A e C contidas no salsão previnem o envelhecimento da pele, e a vitamina E ajuda ao manter a hidratação natural da pele e lutar contra os radicais livres.

24- Fortalece o sistema imunológico

A ingestão de nutrientes influencia no fortalecimento do sistema imunológico, e a vitamina C também ajuda.

25- Protege o fígado

Um estudo sugere que a ingestão de salsão pode ajudar àqueles que sofrem de algum problema hepático.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Texto originalmente publicado no Providr , livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS