Por Dra. Pâmela Terra

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta localizada na região inferior do pescoço e de extrema importância para a saúde.

Quando a tireoide não está funcionando adequadamente pode liberar hormônios em excesso (hipertiroidismo) ou em quantidade insuficiente (hipotireoidismo).

É extremamente comum o paciente apresentar níveis laboratoriais normais de T3, T4 e TSH, por exemplo, e apresentar os sintomas da doença, enquadrando-se no chamado hipotireoidismo subclínico.

Tal condição é revertida com BONS HÁBITOS ALIMENTARES e fitoterápicos que melhoram a função da glândula.

Dicas:

1. Evite as brássicas (brócolis, couve de Bruxelas, rabanete, couve flor e nabo); tais alimentos são ricos em cianeto, os quais impedem a captação de iodo pela tireoide;

2. Use sal iodado com moderação;

3. Evite a soja. A mesma impede a conversão de T4 em T3.

Leia também: Pedras nos rins: causas, sintomas e tratamentos

4. Exclua o glúten! A gliadina (molécula do glúten) quando atravessa a barreira intestinal, aumenta a produção de anticorpos que ATACAM a própria tireoide. Retirar o glúten da dieta já é consenso. Não é mimimi.

5. Evite a sucralose. Esse tipo de adoçante também impede a captação de iodo pela glândula.

6. Invista nas sementes de linhaça e abóbora, pois as mesmas favorecem a conversão de T4 em T3.

7. Evite carboidratos de alto índice glicêmico, pois normalmente quem apresenta hipotireoidismo também possui resistência à insulina.

8. Invista num bom ômega 3. Ele é um potente anti-inflamatório.

9. Suplemente vitamina D. Obrigatoriamente.

10. Converse com seu nutricionista!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pamela Terra
Nutricionista Funcional - Clínica e Esportiva