Ele venceu praticamente tudo. O pequeno Micah é um verdadeiro guerreiro, um lutador de ponta a ponta. Em seus curtos dois anos ele já sabe o que é vencer a vida.

Recentemente o menino recebeu um transplante de medula óssea, após uma espera assustadora por sua leucemia, mas ele também pegou COVID-19 e o derrotou. Hoje  está saudável e feliz, junto com sua família, satisfeito com a imensa batalha que conquistou.


Brian Alvarengo

São originários da Terra do Fogo, especificamente de Ushuaia (Argentina), de onde tiveram que se deslocar, devido às urgências de Micah, para se mudar para Buenos Aires.

“Em um check-up pediátrico, eles nos disseram que Micah tinha três valores sanguíneos que não eram normais. Em poucos dias, ele foi diagnosticado com leucemia mieloide aguda. Tínhamos que fazer uma nova vida aqui ”. –Comentários Brian, o pai de Micah ao meio TN –


Brian Alvarengo

Assim começaram as quimioterapias e tratamentos, que duraram um mês. Com o passar das coisas complicou-se, o pequenino tinha apanhado outros vírus de hospital. Apesar de tudo, o menino não desistiu.

Após a primeira rodada de quimioterapia, a doença entrou em remissão. Uma luz de esperança se abriu e rapidamente se fechou, Micah ficou doente novamente com mais intensidade.


Brian Alvarengo

A única opção era um transplante. O panorama parecia escuro e cheio de tristeza, mas depois da tempestade o sol sempre nasce.

Como se não bastasse, ela havia contraído pneumonia e mucosite, que pioraram com as defesas baixas deixadas após a quimioterapia.

“Houve períodos em que ele teve febre de mais de 39 graus. Outros em que fungos entraram em seu sangue devido a defesas baixas. Passamos muito mal ”. –Brian comenta ao meio TN –


Brian Alvarengo

Eles procuraram doadores internacionais e descobriram. Houve um doador na Alemanha. A felicidade os inundou, era algo improvável e tinha acontecido para o pequeno Micah.

Por outro lado, o menino fraturou a perna e, devido ao intenso tratamento contra leucemia, desenvolveu doenças cardíacas.

“Foi uma espécie de descrença”, disse Brian ao saber que seu filho havia contraído o coronavírus. Isso já era azar. No entanto, a força de Micah Lionel superou tudo.

Ele superou as infecções, a lesão na perna, o transplante e a cirurgia, tudo funcionou perfeitamente e tudo ficou resolvido. Chegou a luz.

Hoje ele está completamente saudável. Sua família agradece a todos que ajudaram e contribuíram para sua melhoria. Milagres existem e Micah testemunhou um. Agora sorria feliz.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS