Por: Revista Saber Viver Mais

O pulmão é o órgão do sistema respiratório, responsável pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. Sua principal função é oxigenar o sangue e eliminar o dióxido de carbono do corpo.

Talvez não nos damos conta ou não percebemos, mas todo o ar que respiramos diariamente pode ser muito prejudicial à saúde pulmonar.

Isso porque nossos pulmões estão continuamente expostos à fumaça, poluição atmosférica e ou muitas outras substâncias nocivas.

Poluição

O Ministério da Saúde publicou o aumento de 14%  de mortes em decorrência a poluição atmosférica nos últimos 10 anos. Mas outos fatores também são determinantes para as doenças pulmonares, tais como poeira, pólen e alergia alimentar, podem provocar a rinite alérgica

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), essa patologia pode ser considerada a com maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas e um problema global de saúde pública, acometendo cerca de 20 a 25% da população em geral.

Declínio com a idade

Com 30 anos de idade, atingimos nossa capacidade máxima pulmonar. A partir daí os pulmões começam entrar em declínio,  mesmo que lentamente o nosso sistema respiratório começa a acumular toxinas que afetam diretamente a saúde.

O que precisamos entender é que os pulmões são os órgãos mais vitais do nosso corpo – sem eles, seria praticamente impossível viver. Então se torna importante fazer uma limpeza nos pulmões, para que continuem a funcionar adequadamente.

Como são orgãos que não estão à vista, muitos ignoram a importância de limpá-los e fortalecê-los.

Xarope

Porém existem alguns ingredientes naturais que podem nos ajudar com essa purificação. A mistura de xarope de gengibre com açafrão e cebola é uma das alternativas saudáveis para isso

Esse potente xarope, possui propriedades desintoxicantes, antibacterianas e expectorantes que ajudam a eliminar os resíduos que podem dificultar o bom funcionamento dos pulmões.

Benefícios do açafrão

Contendo curcumina, que reduz o estresse oxidativo e inflamatório dos pulmões. Os efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios e auxiliam na recuperação de inúmeras doenças.

Por ter essas substâncias, o açafrão diminui muito a chance de lesões nos pulmões, além disso previne a oxidação do colesterol nos vasos sanguíneos, evitando a fibrose pulmonar.

Benefícios do gengibre

Sendo um termogênico natural, ele possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Ele se torna uma opção excelente para fazer uma boa limpeza nos pulmões, evitando doenças respiratórias.

O gengibre é muito indicado para portadores de asma, já que ele auxilia no relaxamento dos músculos dos pulmões, facilitando a respiração.

Benefícios da cebola

A cebola, por outro lado, nos oferece nutrientes essenciais que fortalecem o sistema imune, a circulação e os rins. É rica em água, vitaminas, minerais e antioxidantes que previnem o dano celular e contribuem para a redução dos efeitos dos radicais livres.

Sua capacidade para estimular a eliminação das toxinas favorece a saúde dos órgãos purificadores do corpo como o fígado, os pulmões e o pâncreas.

Xarope para limpar os pulmões

O Xarope não é recomendado somente para fumantes, mas também para quem tem dificuldades respiratórias, por ser rico em nutrientes.

Além do mais, ele também fortalece o sistema imunológico, prevenindo a gripe e resfriados.

Ingredientes:

-400 g de cebola
-2 colheres de (sopa) de açafrão em pó
-400g de açúcar mascavo (puro, de boa qualidade)
-2 colheres de (chá) de gengibre ralado
-1 litro de água

Como preparar:

  • Em uma panela coloque água, adcione o açúcar mascavo e leve ao fogo médio,(não pode ser em fogo alto).
  • Junte a cebola cortada, o gengibre e deixe ferver por alguns minutos.
  • Depois acrescente o açafrão e deixe cozinhar em fogo baixo, até ter uma redução pela metade.

Como armazenar:

Depois de pronto, armazene a bebida em um recipiente de vidro, deixe esfriar e guarde na geladeira.

Modo de consumo

        • Todos os dias, em jejum, tome um par de colheres do xarope e repita seu consumo duas horas antes do jantar.
        • Ingira-o diariamente até acabar o tratamento.
        • Pode repetir esta desintoxicação pulmonar entre duas e três vezes por ano

      Referências+

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS