Israel anunciou recentemente que está trabalhando no desenvolvimento de uma vacina contra o surto de coronavírus COVID-19 e que estará pronta nas próximas semanas.

Segundo pesquisadores do Instituto de Pesquisa da Galiléia, eles acreditam que a vacina estará disponível em apenas três semanas e estará pronta para testes em humanos após um período de 90 dias.

Os pesquisadores desenvolveram a vacina COVID-19 a partir de outra projetada contra o vírus da bronquite infecciosa aviária, um tipo de coronavírus ligado a aves, de acordo com estudos; o desenvolvimento do mesmo método imunológico em humanos seria viável, uma vez que o vírus que os infecta é muito semelhante ao da bronquite aviária.

O diretor do Instituto de Pesquisa da Galiléia, David Zigdon, reconheceu em uma entrevista coletiva a necessidade urgente de desenvolver um método de imunidade em humanos devido à disseminação do vírus originário de Wuhan, na China. A prioridade é ter a vacina pronta dentro de 8 a 10 semanas.

O objetivo dos pesquisadores é que o medicamento possa ser administrado principalmente por via oral, para que eles trabalhem 24 horas por dia com parceiros para acelerar o processo de pesquisa em seres humanos e concluir o processo de regulamentação e desenvolvimento de produtos.

Texto originalmente publicado no Nation, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS