Muito se tem falado que uma boa casa e uma boa situação econômica se consegue com esforço . Você também pode adicionar a isso, grandes doses de disciplina ou criatividade. No entanto, embora tenha sido dito muitas vezes que o dinheiro não cai do céu, para o fabricante de caixões indonésio, Josua Hutagalung, 33, isso aconteceu.

Hutagalung trabalha fabricando caixões em sua casa, foi quando de repente ele sentiu ruídos altos e, quando olhou para fora, viu um buraco no telhado de sua casa e embaixo de uma pedra especial que havia caído no terraço à beira de sua casa em Kolang, North Sumatra.

Era um meteorito que pesava 2,1 quilos, que deixou um grande buraco em seu telhado de zinco e acabou enterrado a 15 centímetros de profundidade no chão de sua casa. Pedra espacial que após várias manobras conseguiu levantar, encontrando-se parcialmente quebrada.

“Quando o peguei, a pedra ainda estava quente e eu trouxe para dentro de casa (…) O barulho era tão alto que partes da casa também tremiam. E depois de procurar, vi que o telhado de zinco da casa tinha quebrado (…) Suspeito fortemente que esta pedra seja na verdade um objeto no céu que muitos chamam de meteorito. Porque é impossível alguém tê-la atirado ou deixado cair deliberadamente de cima (…) Muitas pessoas vieram, por curiosidade, e querem ver a pedra “– disse Josua Hutagalung ao meio Kompas –

Depois que especialistas realizaram uma análise do meteorito, estimou-se que esta rocha espacial tinha 4,5 bilhões de anos e que é classificada como condrito carbonáceo CM 1/2 , uma variedade muito rara, que tem um valor de US $ 1.850.000. no total , ou $ 857 por grama. Dinheiro equivalente a 30 anos do salário que Josua recebia antes de conhecê-la. Indonésio, pai de três filhos, que disse que usaria parte do dinheiro recebido por ela para construir uma igreja em sua comunidade .

O especialista americano em meteoritos, Jared Collins, foi um dos que garantiu parte da massa principal do pequeno fragmento espacial encontrado por Josua . “Tomei todo o dinheiro que eu poderia reunir e fui à procura de Josua, que provou ser um negociador astuto , “ disse Collins para o Sol . Mais tarde, esse especialista enviou o meteorito para os Estados Unidos, onde foi comprado por Jay Piatek, um médico e colecionador de meteoritos de Indianápolis, que acabou sendo dono da rocha espacial oficialmente chamada de “Kolang”.

Segundo o diretor da Agência Nacional de Aeronáutica e Espaço (Lapan) , Thomas Djamaluddin , é um fenômeno muito raro que o meteorito tenha caído em uma área residencial . Há muita rocha estéril da formação do sistema solar que está no espaço, e esses meteoritos geralmente caem em lugares distantes dos assentamentos humanos, como oceanos, florestas ou desertos . Um achado feliz e enriquecedor, que Josua leva com uma alegria inocente. “Sempre quis uma filha e espero que seja um sinal de que terei sorte de ter uma agora”, disse o agora milionário indonésio.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Bem Mais Mulher

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS