Agradecer e reconhecer o que alguém fez conosco é um gestos mais bonitos que existe.

Por 20 anos ininterruptos, Carla Brooks cuidou do marido, Karl, desde o dia em que ele sofreu um acidente vascular cerebral, 20 anos atrás. Depois que ele faleceu, ela se sentiu perdida. Foi então que o filho dela, Barton, teve uma ideia sensacional.

Barton convidou a mãe para uma viagem por 20 países da Europa – um destino para cada ano que ela cuidou do seu pai. Barton teve a ideia enquanto folheava as páginas de um álbum com fotos de Carla na Europa em 1962.

Ele se perguntou se não poderia fazer a mãe reviver aquelas férias. “Um dia telefonei para ela e perguntei: ‘o que você vai fazer hoje?’ e ela disse, ‘não sei, tirar uma soneca ou visitar as amigas’.

Então avisei que iríamos viajar para Paris e ela ficou muito animada, mas o que ela não sabia é que viajaríamos por meses. Não só para Paris, mas Barcelona, Londres, Roma em uma grande aventura para compensar todos os anos que ela se dedicou ao meu pai”, contou.

filho faz viagem para Europa para agradecer sua mãe

Uma linda forma de agradecer

A viagem começou no dia 29 de setembro. Mãe e filho já visitaram Paris, Euro Disney, Suíça, Londres, Talacre, País de Gales, Budapeste, Praga, Munique e Alsácia.

Leia Também: Um milagre da tecnologia e uma história de amor

filho faz viagem para Europa para agradecer sua mãe 4

Barton conta que a viagem não se resume a ajudar a mãe superar a perda de seu pai, mas também é uma maneira de demonstrar gratidão à ela por todos os anos de dedicação a ele.

“Toda vez que minha mãe fazia algo impressionante, meu pai dizia em tom de brincadeira: ‘Como você fez isso, você é apenas uma garotinha de Kamas (Utah)’ e isso sempre a fazia sorrir.”

Assistam um vídeo onde ele conta um pouco sobre o início de tudo:

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Fonte: Razões para Acreditar

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS