Por: Revista Saber Viver Mais

Considerado por muito o melhor vocalista de todos os tempos, o cantor  Freddie Mercury, vocalista da banda Queen, morreu há 28 anos após uma longa batalha contra o vírus do HIV, porém mesmo após todo esse tempo Freddie ainda está presenteando os amigos mais próximos, os familiares e afilhados até os dias de hoje.

Mas como?

Em seu testamento o cantor, pediu para que a loja de departamento Fortnum & Manson, que é localizada na cidade de Londres, todos os anos enviasse para cada uma das pessoas da lista que ele deixou no testamento, uma linda cesta de Natal.

Essa lista inclui os afilhados, amigos e família. A conta é paga pelos espólios deixados por Freddie Mercury. “Nós acreditamos que é um gesto adorável”, destacou o porta-voz da loja, em entrevista ao site Mail Online.

Generoso

Em vida, o vocalista do Queen era conhecido por ser sempre generoso e amável com os amigos, sempre procurava presenteá-los.

Elton John relembrou em sua nova autobiografia de uma situação que mostra como Mercury era generoso. “Na manhã de Natal, Tony King [amigo de Mercury] apareceu e me deu uma fronha. Na linda fronha, havia uma pintura em aquarela”, contou.

“Na nota que a acompanhava, dizia. ‘Querida Sharon, vi isso em um leilão e pensei que você ia adorar. Amo você, Melina’. Como está no meu livro, meu nome de drag é Sharon e de Freddie era Melina”, completou Elton John

“Ele estava morrendo e ainda pensava nos amigos. Ainda tenho a fronha ao lado da minha cama. Esse é o tipo de pessoa que ele era. Ele era tão cheio de amor e de vida”, finalizou Elton John.

Casa para ex-noiva

Outro fato que que mostra a sua generosidade, foi quando Freddie Mercury após assumir que era gay e terminou com sua noiva Mary Austin, ele comprou-lhe uma casa e lhe deu emprego como assistente pessoal. Logo após sua morte ele declarou que ela fora o seu grande amor e lhe deixou uma mansão e uma grande quantia em dinheiro.

Com informações:Metrojornal

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS