Diana Trujillo é uma colombiana que imigrou para os Estados Unidos em 2000, com a missão pessoal de alcançar a Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço, conhecida como NASA.

Vinte anos atrás, Trujillo tomou a decisão de deixar seu país porque seu pai deixou sua mãe sem nada, então Diana decidiu viajar para conseguir dinheiro, ajudar sua mãe e  seus irmãos a sairem também do pais.

Ela chegou aos Estados Unidos com apenas $ 300 no bolso, mas isso não a impediu de manter uma atitude positiva. Além disso, estava convicta de que era uma grande oportunidade de estar mais perto das estrelas, pois desde muito jovem gostava de vê-las porque lhe davam paz e sossego em meio a um país que passava por uma grande onda de violência.

Diana conseguiu três empregos, um deles limpando casas, uma profissão que a levaria a aprender inglês e pagar seus estudos em ciências espaciais. Dessa forma, a jovem conseguiu ingressar na Universidade da Flórida, onde se formou em Engenharia Aeroespacial, tudo graças às suas boas notas e responsabilidade.

A colombiana não parava de sonhar em ser astronauta e na faculdade pediu ajuda a um de seus professores, que com prazer lhe disse que havia um estágio na Academia da NASA, mas que ela teve que aprovar um pedido muito longo. A referida exigência deveria ter pelo menos um texto longo em inglês, situação que a desanimou um pouco por não saber muito inglês.

No entanto, esta mulher exemplar não desistiu e apresentou o pedido. A sua surpresa veio ao saber que tinha sido seleccionada para o estágio em 2006.

Depois de tantos obstáculos e lutas, Diana conseguiu realizar os sonhos com que chegou ao país norte-americano. Em 2010 ela pôde levar sua mãe consigo e também pertencer à NASA.

Atualmente, Diana Trujillo é a líder da Missão Curiosity, que desenhou o braço robótico que trará materiais do planeta vermelho. Esta missão é tão importante porque, segundo a NASA, permitirá à humanidade compreender questões fundamentais e saber se alguma vez existiu vida em Marte.

Diana mostrou que por mais longe que pareçam nossos sonhos, com dedicação, esforço e disciplina, eles podem ser alcançados.

Texto originalmente publicado no Nation, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS