No mundo todo existe um esforço para encontrar uma vacina capaz de frear a pandemia causada pela Covid-19. Uma das vacinas promissoras é da  professora  Farmacêutica, Maria Croyle, da Universidade do Texas nos Estados Unidos, e sua equipe que trouxeram novidades animadoras: eles estão desenvolvendo uma vacina que dissolve na boca.

A professora e sua equipe de pesquisa desenvolveram um novo método para estabilizar vírus, agentes bacterianos vivos e outras drogas em um filme fino de dissolução rápida que não requer refrigeração e pode ser administrado por via sublingual.

Como os componentes para fazer esse filme são baratos e o processo é relativamente simples, ele poderia tornar as campanhas de vacinação muito mais acessíveis.

Globalmente, as taxas de vacinação melhoraram na última década, mas ainda são muito baixas. Essa nova tecnologia, publicada recentemente na revista Science Advances, tem o potencial de melhorar drasticamente o acesso global a vacinas e outros medicamentos.

Essa tecnologia começou a ser desenvolvida em 2007 pela equipe de pesquisa liderada por Maria Croyle. A ideia de desenvolver um filme foi inspirada em um documentário sobre como o DNA de insetos poderia ser preservado e outras coisas vivas por muitos anos em âmbar. “Isso nos fez pensar em doces, como os que minha avó me dava e que todo mundo gosta”, diz a pesquisadora e autora principal do artigo.

Croyle relatou que foram aproximadamente  450 tentativas fracassadas ao longo de um ano, até que a equipe finalmente encontrou uma formulação que poderia suspender vírus e bactérias em um papel filme.

“À medida que ganhamos mais experiência com o processo de produção, estamos trabalhando para simplificá-lo, de forma que não seja necessário um amplo treinamento técnico para gerenciá-lo. Além disso, modificamos os ingredientes para secar mais rápido, o que permite preparar um lote de vacinas pela manhã e despachá-lo após o almoço ”, diz Maria Croyle.

O objetivo é levar essa tecnologia ao mercado nos próximos dois anos.

O artigo original foi publicado no dia 4 de março na revista Science , com o título ” Nova tecnologia para armazenamento e distribuição de vacinas vivas e outros medicamentos biológicos em temperatura ambiente “.

Referências bibliográficas:

Croyle, AM et al (2020) Nova tecnologia para armazenamento e distribuição de vacinas vivas e outros medicamentos biológicos à temperatura ambiente . Science Advances. DOI: 10.1126 / sciadv.aau4819

Texto originalmente publicado no Enséñame de Ciencia , livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais
Imagem Capa: UPMC

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS