Muitas vezes, o destino nos coloca no lugar certo, na hora certa, apenas para que possamos ajudar alguém em necessidade.

Foi assim que Jenny Desmond encontrou um cachorro pequeno na beira da estrada na Libéria, à distância que suas condições precárias podiam ser vistas, mas quando ela se aproximou, a surpresa foi muito maior, ele não só estava desnutrido devido à falta de comida, mas também estava com  várias doenças que eram visíveis em seu corpo minúsculo.

Vendo o interesse da equipe de resgate, dois homens rapidamente se aproximara e ofereceram o pequeno cãozinho em troca de dinheiro, mas a astúcia de Desmond não permitiu a cobrança.

Desmond logo fez algumas perguntas o que o filhote fazia sozinho no meio do nada? ou onde está sua mãe, eles não coseguiram responder, então ela levou o pequeno.

Graças a Deus que ainda existem muitas pessoas como Jenny Desmond, dispostas a dar abrigo e cuidar desses pequenos desamparados que precisam tanto dele.

Ao encontrar o filhote e ver a gravidade de seus ferimentos, Jenny e os outros trabalhadores do abrigo acreditavam que ele não iria sobreviver, no entanto, Desmond estava mais otimista e convenceu o resto a levá-lo ao santuário que ela e seu marido Jim administram.

No Abrigo de resgate de chimpanzés da Libéria, eles resgatam chimpanzés do comércio de animais exóticos e também trabalham para proteger os orangotangos selvagens que permanecem em seu habitat natural na Libéria . Apesar do foco do santuário , Desmond resgatou todos os tipos de espécies, de galinhas a isentos, segundo trabalhadores do abrigo.

Essa garotinha resgatada não foi exceção , graças ao incrível trabalho de Jim, que por sorte é veterinário, conseguiu dar um tratamento a tempo ao filhote, que eles chamaram de Snafu.

Pouco a pouco o pequeno Snafu começou a ganhar força e recuperar a energia de um filhote. Para protegê-la de arranhões, eles tiveram que colocar um cone na cabecinha, o que a fez parecer uma lâmpada com quatro pernas.

Durante sua permanência no santuário , Jenny, Jim e os cuidadores do local deram a ela todo o cuidado necessário e muito amor, mas não foram os únicos, pois a sabedoria da natureza fez com que os chimpanzés a acolhessem e cuidassem dele como um mais deles.

Com o passar dos meses, Snafu tornou-se forte e saudável, e Desmond estava preocupado em conseguir para ele um maravilhoso lar permanente na América. No vídeo a seguir, você verá o progresso desse cachorrinho que, apesar de estar à beira da morte, o destino tinha algo muito melhor preparado para ele.

Uma maravilhosa história de aprimoramento que reflete a vulnerabilidade dos animais, aqueles que não têm voz para exigir seus direitos e que, pela mesma razão, muitos acreditam com o direito de transmiti-los. Convido você a estar ciente, a respeitar e cuidar de outros seres vivos, que geralmente entregam muito mais do que precisam.

https://www.youtube.com/watch?v=E0XcI9e2fgw&feature=emb_rel_end

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS