Por: Revista Saber Viver Mais

Antes de entrarmos na descorberta, é necessário entender primeiro o que é um anticorpo. Basicamente são glicoproteínas, mas conhecidas como imunoglobulinas, sua principal função é garantir a defesa do organismo.

Atuam de diferentes formas para evitar que uma partícula invasora cause danos à saúde. São encontradas no plasma, em compartimentos citoplamáticos, na superfície de algumas células, no líquido intersticial e até mesmo no leite materno.

Pois bem, agora que já sabemos do que se trata um anticorpo, vamos a descoberta feita pela biofarmacêutica da Califórnia, que afirma ter um anticorpo que poderia proteger o corpo humano do coronavírus e elimina-lo do sistema em quatro dias.

A reportagem foi divulgada nesta sexta-feira 15/05, com exclusividade em inglês pela Fox News, quando Sorrento Therapeutics anunciou a descoberta do anticorpo STI-1499. Segundo a empresa californiana, o tratamento pode inclusive estar no mercado meses antes da vacina.

O tratamento

Segundo a Sorrento, o tratamento pode fornecer “100% de inibição ao novo coronavírus. “Existe uma cura. Existe uma solução que funciona 100%”, Fundador e CEO da Sorrento, Henry Ji, fez questão de enfatizar à Fox News.

“Se tivermos o anticorpo neutralizante em seu corpo, você não precisará do distanciamento social. Você pode abrir uma sociedade sem medo”, garantiu. “Ele [o anticorpo fabricado] envolve o vírus e o move para fora do corpo.”

Mas o que dizem os especialistas?

Médicos especialistas, acreditam que mesmo que a pesquisa com anticorpos seja muito promissora, existem muitas preocupações relativas ao tempo e aos efeitos que podem durar no combate ao vírus em um paciente infectado.

“Os anticorpos, em geral, têm sido muito eficazes em reduzir os [níveis] de vírus se você tiver um alto ônus de infecção”, garante Phyllis Kanki, professora de imunologia e doenças infecciosas na Escola de Saúde Pública de Harvard. “Existem limitações quanto você pode dar e por quanto tempo.”

Entretanto a equipe da Sorrento acredita ter encontrado um tratamento bem-sucedido. Foram feitos vários testes, até descobrirem que um anticorpo específico apresentasse 100% de eficácia no bloqueio do coronavírus nas células saudáveis, o anticorpo em questão é o STI-1499.

“Quando o anticorpo impede que um vírus entre na célula humana, o vírus não pode sobreviver”, disse Ji. “Se eles não conseguem entrar na célula, eles não podem se replicar. Então, isso significa que, se impedirmos que o vírus pegue a célula, o vírus acabará morrendo. O corpo eliminará esse vírus”, explicou Ji.

O CEO da empresa revelou que o anticorpo poderá ser usado como uma terapia preventiva, haja visto o nesse tipo de tratamento não há efeitos colaterais, o que pode ser mais eficaz do que qualquer vacina que possa vir a ser desenvolvida.

“Esta é a melhor solução”, disse Ji. “O objetivo de fazer uma vacina é generalizar um anticorpo neutralizante. Portanto, se você já possui um, não precisa do corpo para gerar um a partir de uma vacina. Você já a forneceu. Você está cortando o intermediário.”

Covi-Shield

O tratamento até agora foi apelidado de Covi-Shield, (Escudo contra covid), ele é composto por três anticorpos deferentes.  O uso será feito como um tratamento profilático para que está retornando ao trabalho ou para quem já foi expostos ao coronavírus. Mas por enquanto a liberação do seus uso ainda depende da aprovação da FDA (Food and Drugs Administration)

Com informações:Estadio das Coisas
Foto capa:Getty Images

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS