A pandemia forçou a educação a se reinventar. Como as aulas não podem ser ministradas em escolas, universidades, centros técnicos, entre outros, as diretrizes devem colocá-las online.

Essa nova modalidade por meio do computador não tem sido fácil para ninguém. Principalmente para alguns professores que não tinham um bom relacionamento com a tecnologia. Além do fato de que sempre acontecem coisas que estão além do nosso controle, a situação se torna muito difícil.

Embora tenha havido casos de professores que não conseguem lidar com a tecnologia e seus alunos optam por humilhá-los, também há jovens dispostos a ajudar.

Há poucos dias, a história de uma professora de Quintana Roo, no México, chocou as redes sociais. O homem não estava se divertindo, seu dia não estava indo como o esperado.


Twitter @reginahl_

A usuária @reginahl_ disse em seu Twitter que o professor sofreu várias falhas técnicas ao dar sua aula, perdeu o sinal e sua sessão foi interrompida, o que lhe causou insegurança e tristeza. Ele pensou que seus alunos iriam zombar dele. Mas foi o contrário.

Quando o professor  pediu comentários, sugestões e até reclamações, deixando claro que tudo era válido, mesmo que negativo. Para sua surpresa, a maioria dos jovens o apoiou e encorajou após os contratempos.

Olha o vídeo:

“Pois é, diga a ele que não se preocupe, não se preocupe, nós o apoiamos aqui” , “Sua aula é muito interessante e muito bonita”, “Obrigado doutor pela dedicação”, foram alguns dos comentários dos alunos.

O professor emocionou-se com o gesto fofo dos alunos e disse: “Obrigado, estou quase chorando.”

“Não entendo como existem pessoas que tratam mal os professores. Hoje nosso mestre teve alguns problemas técnicos durante sua aula e ele parecia muito triste e triste … e bem, aqui estão seus alunos fazendo o seu dia. Você pode ver como o rosto dele muda “, escreveu a usuária que compartilhou o vídeo.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS