“A humanidade precisará de uma nova forma de pensar se quiser sobreviver”

Assistir bons filmes, ler livros inspiradores, ouvir músicas que tocam o coração. Todas essas práticas podem nos trazer profundos ensinamentos e contribuir para nossa evolução espiritual.

Confira essa lista tão especial e deixe seu comentário e dicas no final da matéria. Boa travessia!

Observando que uma lista nunca é completa e tampouco agrada a todos, são apenas algumas referências, existem centenas de outros documentários e filmes sobre a temática.

Yoga: arquitetura da paz | On Yoga: the architecture of peace – direção: Heitor Dhalia (2017)

Baseado no livro homônimo do fotógrafo Michael O`Neill, o documentário conta a história dos dez anos em que o autor fotografou os grandes mestres da ioga. Extensão profunda da obra original, o filme aborda questões humanas da nossa perspectiva atual, unindo-as a elementos de movimento e som experienciais, trazendo uma nova visão da arte da ioga. Disponível no Netflix.

Gandhi – direção: Richard Attenborough (1982)

Cinebiografia de Mohandas K. Gandhi, mostrando desde sua fase como pequeno advogado até o grande líder espiritual da Índia, que conquistou fama mundial através de seus protestos utilizando a filosofia da não-violência. Vencedor de 8 Oscar, incluindo Melhor Ator para Ben Kingsley, Melhor Diretor para Richard Attenborough e Melhor Filme. Disponível no Netflix.

Primavera, Verão, Outono, Inverno… e Primavera | Bom yeoreum gaeul gyeoul geurigo bom – direção: Kim Ki-duk (2003)

Um filme para mentes sensíveis, sobre mudanças, respeito e aprendizado. Um garoto vive em um templo flutuante que fica sobre um belo lago. Lá também mora um velho mestre que lhe mostra os mandamentos do budismo. Anos depois, esse garoto, que agora é um rapaz, compartilha suas primeiras experiências sexuais com uma garota que vai ao templo para ser curada pelo velho mestre. A dupla de jovens resolve fugir, encarando pela primeira vez o mundo exterior. Depois que sua vida se torna um verdadeiro inferno, o jovem retorna ao templo à procura de cura espiritual. Lançado internacionalmente com o nome Spring, Summer, Fall, Winter… and Spring.

Humano – Uma viagem pela vida | Human – direção: Yann Arthus-Bertrand (2016)

O documentário apresenta mais de 2 mil entrevistas em 60 países sobre o que somos e o que queremos, não só como indivíduos, mas como sociedade. Pessoas comuns falam espontaneamente o que pensam sobre amor, morte, ódio, discriminação, desigualdade, fome, esperança, sexo e muitos outros assuntos ligados à natureza humana. Disponível no youtube em duas partes.

A profecia celestina | The Celestine Prophecy – direção: Armand Mastroianni (2006)

Um antigo manuscrito é encontrado nas florestas peruanas, contendo nove visões que a humanidade precisa conhecer. Um homem se aventura para o alto das montanhas dos Andes para compreender o significado contido nestas nove visões. Baseado no best seller homônimo de James Redfield.

O Pequeno Buda | Little Buddha – direção: Bernardo Bertolucci (1993)

Um dia, ao voltar para casa, o arquitecto Dean Conrad (Chris Isaak) encontra dois monges budistas tibetanos, Lama Norbu (Ruocheng Ying) e Kenpo Tensin (Sogyal Rinpoche), sentados na sua sala de estar, conversando com Lisa (Bridget Fonda), a sua esposa. Guiados por vários sonhos perturbadores, os monges viajaram do Nepal até Seattle pois acreditam que uma criança de 10 anos, Jesse (Alex Wiesendanger), o filho de Dean, possa ser a reencarnação de Lama Dorje Geshe Tsultim Gyelsen), um lendário e místico budista. Inicialmente Dean e Lisa estão céticos, especialmente quando os monges manifestam interesse em levar Jesse para o Butão, na intenção de comprovar ou não se ele é a reencarnação de Lama Dorje.

Minha vida na outra vida | Yesterday’s children – direção: Marcus Cole (2006)

Pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo. Baseado em fatos reais relatos no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida conta a história de Jenny, uma mulher do interior dos Estados Unidos, que tem visões, sonhos e lembranças de sua última encarnação, como Mary, uma mulher irlandesa que faleceu na década de 30. Intrigada, Jenny sai em busca de seus filhos da vida passada. Tem início uma jornada emocionante. Jenny é magistralmente interpretada pela renomada atriz Jane Seymour, de Em Algum Lugar do Passado. Só, que desta vez, não se trata de ficção, mas de realidade.

Amor além da vida | What dreams may come – direção: Vincent Ward (1998)

Depois da morte de seus dois filhos, Chris Nielson (Robin Williams) e sua mulher Annie (Annabella Sciorra) passam por insuperáveis dificuldades emocionais. Anos depois, acontece outra tragédia: Chris também morre. Ele vai para o Paraíso, onde conhece Albert (Cuba Gooding Jr), um rapaz de bom coração que vai ajudá-lo a se adaptar à nova existência. Para Annie, a morte do marido é a última gota que a prendia à vida, e ela acaba se suicidando. Porém, diferente de Chris, ela não vai ao Paraíso, mas sim a um lugar diferente, uma espécie de purgatório onde ficam as almas perturbadas. Quando descobre o destino da mulher, Chris pede ajuda a Albert e os dois saem em uma jornada em busca da salvação da alma de Annie, provando que o amor desafia qualquer infortúnio.

Um olhar do paraíso | The lovely bones – direção: Peter Jackson (2010)

Susie Salmon (Saoirse Ronan) tem 14 anos, mora num bairro do subúrbio da Pensilvânia e é assassinada por um vizinho. Do céu, ela narra a história e mostra como a vida dos que viviam ao seu redor mudou após sua morte, bem como a busca por seu corpo ainda desaparecido.

O Milagre de Cokeville | The Cokeville Miracle – direção: T.C. Christensen (2015)
Em 16 de Maio de 1986, na pacata cidade de Cokeville, Wyoming, um louco e sua esposa tomaram como refém uma escola primária. O filme segue a verdadeira história daquele dia fatídico, e os investigadores responsáveis que vislumbraram evidências de um suposto Milagre. Baseado em fatos reais

Nosso lar – direção: Wagner de Assis (2010)
Baseado em livro de Chico Xavier, a jornada espiritual conta a história de um médico, André Luiz, que passa por um despertar depois de sua morte. André Luiz teria se comunicado com Chico Xavier, contando sua história de dor e sofrimento em uma espécie de purgatório. Disponível no youtube.

Chico Xavier – direção: Daniel Filho (2010)
Chico Xavier é uma adaptação para o cinema que descreve a trajetória do médium Chico Xavier, que viveu 92 anos desenvolvendo importante atividade mediúnica e filantrópica. Vida conturbada, com lutas e amor. Seus mais de 400 livros psicografados, consolaram, pregaram a paz e estimularam caridade.

O Profeta | The Prophet (animação) – direção: Roger Allers (2014)
“O Profeta” se baseia no livro homônimo do filósofo e artista libanês Gibran Khalil Gibran (1883-1931), que ficou conhecido por sua obra literária marcada pelo misticismo oriental. A animação, assim como o livro – um dos mais famosos do autor – conta a história de Mustafá, um prisioneiro político que é solto da ilha de Orphalese e de sua amizade com a jovem Almitra, que sai em seu auxílio após a libertação do amigo. Disponível no youtube legendado.

Pachamama – direção: Juan Antin (2018)
Quando uma estatueta sagrada é misteriosamente roubada de uma pequena vila na Cordilheira dos Andes, um menino corajoso, que sonha em se tornar xamã, parte em uma aventura com a intenção de trazer o artefato de volta. Disponível no Netflix.

Gandhi – Documentário (Arquivo N)
“Considero-me um soldado da paz”, Mahatma Gandhi.
Programa: Arquivo N | Globo News. Disponível no youtube.

Com informações: Revista Prosa e Verso

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS