Era a primeira vez que a pequena Alayna de apenas 9 meses viajava de avião com a família, o casal junto com a bebê e os outros dois filhos de 7 e 4 anos iriam de Rockford, em Illinois, para visitar a Disney World, na Flórida, um trecho de aproximadamente 3 horas de voo.

Os irmãos de Alayna estavam curtindo cada momento do passeio porém a bebê acabou estranhando aquela situação e começou a gritar e chorar após a decolagem. Os pais tentaram de tudo para acalma-la, mas nada adiantava. “Estávamos nos sentindo como aquelas pessoas no avião em que a criança chora e todo mundo quer expulsá-los do voo. As pessoas que estavam nos olhando com simpatia, agora estavam do tipo: ‘aí meu Deus, quando ela vai parar?’”, disse a mãe Ashley Dowell, em entrevista ao programa Good Morning America.

Comissário

Após 15 minutos, um comissário de bordo da companhia aérea ofereceu ajuda. Com muito carinho ele pegou a menina no colo e começou a caminhar com ela pelos corredores da aeronave.

A pequena Alayna não demorou muito a se acalmar. “Ele foi tão bom. Tão educado, carinhoso e gentil que ela instantaneamente se acalmou”, afirmou a mãe.Quando o comissário entregou a pequena de volta aos pais, ela já estava bem relaxada e eles conseguiram niná-la até adormecer.

A mãe aproveitou o momento para tirar algumas fotos e vídeos para mostrar no futuro para a filha como foi seu primeiro voo de avião. Dowell também postou os registros nas redes sociais e logo o exemplo de empatia do comissário viralizou. “Há tanta negatividade nesse mundo que o vídeo é um lembrete de que existem pessoas boas por aí”, ressaltou.

Repercussão

Com a grande repercussão do post, a mãe conseguiu se conectar com o comissário, Wesley Hunt, no Facebook. Ele ainda lhe disse que “demorou” para ajudá-los porque estava aguardando desligarem o sinal do cinto de segurança. Assim que isso aconteceu, ele foi direto ao encontro da família.

“Antes de mais nada, eu amo bebês e quero ter um cem deles! Não costumo pegar os filhos as pessoas no colo, porque muitos não gostam disso. Mas, percebi que precisavam de ajuda. Em um mundo cheio de ódio, eu gosto de ser uma luz brilhante para alguém que precisa”, conclui o comissário de bordo.

Assista ao vídeo que a mamãe da garotinha gravou:

Com informações: Bebê Mamãe

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS