Uma turma em Salvador fez uma coleta para ajudar um de seus colegas que estava sem mantimentos em casa. A família do aluno Matheus passa por dificuldades financeiras e o almoço na escola era sua única refeição no dia.

A situação piorou quando a escola deixou de servir o almoço ( o lanche permaneceu sendo servido, mas o almoço foi cortado). Ao saber da mudança, Matheus chorou de desespero, e acabou revelando aos seus amigos que deixa de comer em casa para seus irmãos poderem se alimentar (quando tem) e o almoço na escola era a sua refeição principal.

Sentidos com sua história, a turma de 30 alunos comprou alimentos e produtos de higiene pra o Teco ( como é conhecido Matheus entre os amigos). Ao saber disso, ele chorou quando vendo a mesa da sala de aula cheia de doações. Mas esse foi só o inicio de uma ajuda que ainda cresceria mais.

“Me senti amado, pois não estava imaginando aquela surpresa. Sou eternamente grato a todos eles, pois demonstraram amor, e isso é tudo pra mim”, disse Matheus em entrevista ao site Razões para Acreditar.

“Eu senti muita gratidão [em ajudar o Matheus]. Muito orgulho de todos da turma. A gente se uniu! Dei mais valor às poucas coisas que tenho. Me senti muito mais feliz, de verdade”, conta a estudante Isabela, uma das coordenadoras da ideia das doações ao Matheus. “Vamos fazer isso todo mês”, diz a legenda do post do @todosporteco no Instagram. O perfil na rede social foi criado para organizar a ajuda a Matheus. Em poucos dias, foi de 100 seguidores para mais de 20 mil.

Surgiram vários outros doadores. O projeto possui dois locais para receber doações de alimentos, itens de higiene e roupas. Não só para Matheus, mas pra toda sua família. Além disso, criaram uma campanha no site vakinha,pois sua família contraiu uma dívida de mais de 7 mil reais.

Veja o texto na integra aqui!

Fonte:Psicologias do Brasil

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS