Por: Dr Victor Sorrentino

A sensibilidade ao glúten é um problema bastante comum nos nossos dias. Existem três tipos de reações negativas que o consumo de glúten pode desencadear no organismo humano: a sensibilidade, a intolerância e a alergia. Hoje, vou conversar com você sobre a sensibilidade ao glúten.

O tema ainda é tratado como uma frescura ou algo da moda. Você já deve ter ouvido que “antigamente, todos comiam de tudo e não existiam tais reações”. O que muitos não sabem é que jamais o organismo humano esteve tão exposto ao glúten como ocorre atualmente.

O trigo como consumimos hoje não é o mesmo de algumas décadas atrás. Sobre esse assunto, você pode conferir em meu artigo: O pão que Jesus comia não é o mesmo que você come. Nele, você vai entender que o glúten é uma substância relativamente nova ao organismo humano e, por isso, nem todos contam com boa adaptação.

Vamos aos sinais de sensibilidade ao glúten.

1) Ganho de peso inesperado

Este é um sinal de que o seu organismo não absorve os nutrientes como deveria. O ganho de peso pode ser um sinal de que existe uma permeabilidade intestinal ou uma inflamação sistêmica causada pelo glúten. Essas duas situações podem levar ao ganho de peso em pouco tempo e sem um motivo aparente.

2) Dores de cabeça e enxaqueca

Pesquisas mostram que até 56% das pessoas que apresentam sensibilidade ao glúten sofrem com dores de cabeça. Podem variar na intensidade, indo de fracas a insuportáveis, entre leves e extremamente dolorosas, em diferentes momentos do dia e situações.

3) Problemas de pele

Manchas, bolinhas ou pequenas irritações que muitas vezes as pessoas não dão muita atenção podem ser um sintoma da sensibilidade ao glúten. Esses sinais podem ser acompanhados de vermelhidão, coceira e até causar feridas. Dermatite, acne, eczema e psoríase também são considerados alguns sinais.

4) Fadiga e exaustão

Um dos sinais mais relatados pelos pacientes e que pode ser explicado com facilidade. A sensibilidade ao glúten gera uma inflamação que obriga o organismo a reorganizar as suas reservas de energia. Em meio a essa mudança, a pessoa pode sentir um cansaço acima do normal.

5) Imunidade baixa

As mudanças metabólicas também atingem os anticorpos. Em vez de cumprirem as suas funções normais de proteger o organismo de doenças, os anticorpos também ficam sensíveis ao glúten e, por isso, deixam de agir. Ao ficarem neutros, o organismo acaba propenso a contrair doenças.

6) Confusão mental

Esse sinal ainda não foi explicado pela ciência. No entanto, há muitos relatos de pacientes com sensibilidade ao glúten sobre a falta de clareza e organização mental. Esses fatores diminuem o desempenho cognitivo, causando a sensação de confusão mental.

Estes são alguns dos sinais que uma pessoa pode ter sensibilidade ao glúten. Se você apresenta alguns desses sintomas ao mesmo tempo, vale a pena procurar um médico e se submeter a exames responsáveis por diagnosticar o problema. Mesmo que você não tenha nenhum tipo de alergia, intolerância ou sensibilidade, eu recomendo que consuma o glúten com moderação.

Abaixo, você pode saber mais informações sobre o glúten acessando meu vídeo:

Glúten e Lactose Mito ou Moda

Vamos falar sobre alimentos que são vistos como os grandes vilões da alimentação hoje? Glúten e Lactose: Mito, Moda ou existe uma razão? Presta atenção nesse vídeo que fiz para esclarecer a intolerância e a hipersensibilidade à esses alimentos tão presentes em nossa cultura. E se quiser saber mais sobre o glúten, aqui está o e-book que preparei sobre esse assunto! Clica aqui e acessa: bit.ly/ebookgluten

Posted by Victor Sorrentino on Saturday, January 28, 2017

Informações: Blog. Dr Victor Sorrentino

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS