Será que apenas o vinho está na lista das bebidas que fazem bem à nossa saúde?

Parece que não! De acordo com pesquisas efetuadas por profissionais de saúde e investigadores em diferentes partes do mundo, chegou-se a uma conclusão; a cerveja emagrece. Mas os benefícios da cerveja não param por ai.

Além de emagrecer, a cerveja pode reduzir os níveis de colesterol, prevenir o Alzheimer e combater a gripe.

Embora sempre tenhamos ouvido falar na “barriga de cerveja”, um estudo da Universidade de Barcelona defende que beber cerveja diariamente evita o ganho de peso, previne a diabetes, a hipertensão arterial e problemas cardíacos. Contudo, os investigadores espanhóis afirmam que estes benefícios são obtidos com apenas uma caneca por dia.

“Conseguimos banir alguns mitos. Sabemos que a cerveja não é a culpada pela obesidade, já que tem cerca de 200 calorias por caneca, o mesmo que um café com leite integral”, destaca a médica Rosa Lamuela, uma das responsáveis pela pesquisa feita com 1.249 homens e mulheres acima de 57 anos.

Na verdade segundo o estudo o que faz engordar, são os petiscos gordurosos que costumam acompanhar a cerveja, como salgados e fritos.

Para o endocrinologista Carlos Vilaça, a pesquisa reforça os benefícios da bebida à base de cevada e com baixa graduação alcoólica. “A cerveja tem baixo índice glicémico e é constituída de elementos poderosos, como antioxidantes, ácido fólico, ferro, minerais e vitaminas, que previnem ocorrência de doenças cardiovasculares, melhora índices do bom colesterol e previnem pedras nos rins, por estimular o fluxo urinário”, explica o médico.

Os especialistas acrescentam que o consumo regular de cerveja deve ser moderado e acompanhado de uma alimentação saudável e exercício físico.

Combate à gripe

Um estudo japonês publicado na revista científica Medical Molecular Morphology comprova que o lúpulo presente na cerveja possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, capazes de inibir a multiplicação do vírus respiratório, contribuindo também para a prevenção de gripe e pneumonia.

Outro benefício de acordo com um estudo finlandês é que a cerveja pode reduzir em 40% os riscos de desenvolver pedras nos rins. Mas lembre-se, o consumo deve ser sempre moderado pois em excesso a cerveja pode agravar o quadro. As mulheres devem consumir até uma lata da bebida por dia e os homens até duas latas.

Previne o alzheimer

De acordo com um grupo de cientistas da Universidade de Loyola, nos Estados Unidos, foram revisados 34 estudos que associam o consumo de álcool e problemas cognitivos, analisando ao todo 365 mil voluntários. Os resultados demonstraram que aqueles que bebem cerveja moderadamente apresentam um risco 23% menor de desenvolver Alzheimer e doenças semelhantes, quando comparados com pessoas que nunca ingerem a bebida.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações:Papo Reto Livre

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS