Por Dr. Victor Sorrentino

Todos sabemos que as frutas são fontes de vitaminas, anti-oxidantes e minerais, contribuem para fortalecer o sistema imunológico, têm ação específica na prevenção e controle de algumas doenças, ajudam na redução dos níveis de gordura do sangue, além de facilitar o desempenho de todo o sistema digestivo, pela presença das fibras.

Entretanto existe uma diferença bem grande entre comer a fruta e tomar o suco de fruta, mesmo natural!

O suco de fruta não contém as fibras da fruta que é também parte benéfica do alimento.

Ao espremer ou processar a fruta, removendo o bagaço e as fibras, estamos produzindo um liquido rico em frutose, um carboidrato (açúcar da fruta) que não é glicose.

A glicose na corrente sanguínea é transformada facilmente em energia quando de boa origem e em momentos adequados, não sobrecarregando as funções do fígado.

Sim, repetindo, suco de fruta contém vitaminas, minerais e antioxidantes… mas ele não tem fibra e é carregado com FRUTOSE.

Na verdade, ali faltam diversas substâncias que fazem com que apenas o consumo da fruta inteira seja absolutamente saudável.

Vamos tomar como exemplo o suco de laranja, que contém vitamina C e é uma fonte de ácido fólico, potássio e vitamina B1, além de conter antioxidantes.

Mas caloria por caloria (ou gramas de açúcar por grama de açúcar), é nutricionalmente pobre em comparação a laranjas inteiras e outros alimentos de origem vegetal como legumes por exemplo.

O principal problema é que, novamente lembrando, suco de frutas NÃO CONTÉM FIBRAS e contém um TEOR MUITO ALTO de frutose.

A frutose necessita de um trabalho hepático intenso para ser metabolizada. Na realidade não consegue ser aproveitada POR NENHUMA célula do corpo, sendo assim tem 100% de seu destino o fígado.

A frutose quando em grande quantidade, causa tanto trabalho ao fígado quanto o álcool etílico de bebidas alcoólicas, só que não causa embriaguez.

Quando você come a fruta inteira, a frutose contida ali está vinculada dentro de estruturas fibrosas que quebram lentamente durante a digestão. Uma espécie de “capa protetora”.

Essa frutose é enviada lentamente para o fígado, ou seja, vai chegando a ele em pequenas quantidades. O fígado pode facilmente metabolizar essas pequenas quantidades sem ser sobrecarregado.

Beber um copo grande de suco de frutas, é o equivalente a consumir vários pedaços de frutas em um período muito curto de tempo, sem toda aquela fibra.

A grande quantidade de açúcar é absorvida e enviada para o fígado muito rapidamente, assim como quando você bebe uma bebida açucarada. O fígado é o único órgão que pode metabolizar a frutose em quantidades significativas.

Quando o fígado recebe mais frutose do que ele pode manipular, ela é transformada em gordura. Algumas das gorduras podem alojar-se no próprio fígado e contribuem para o acúmulo de gordura e resistência à insulina.

Lembre-se o álcool é proveniente do açúcar da cana, ou de processos com outros diferentes alimentos e isso não é mera coincidência. Então, o consumo excessivo de sucos de frutas, mesmo naturais, pode sobrecarregar o fígado e causar obesidade, diabetes, hipertensão e doenças hepáticas como a cirrose e esteatose hepática.

Sim, CIRROSE! Basta pesquisar.

O melhor para a saúde é comer a fruta inteira, de preferência de origem orgânica, o que garante as que propriedades nutricionais serão incorporadas pelo organismo. Sucos de hortaliças são sempre preferíveis ou sucos naturais de frutas sem peneirar, ou seja contento todo o bagaço (fibras) da fruta.

E quanto aos sucos de caixinha??? Pior, muito pior…

Conforme estudo publicado no “The Lancet”, os sucos estudados apresentaram quantidades muito maiores em açúcar real do que o divulgado.

Já as pequenas quantidades de vitaminas e antioxidantes no suco não compensam a grande quantidade de açúcar que ele leva. É uma balança que sempre penderá para o lado negativo.

“Ah mas não posso beber mais nada?” Ué, alguém aqui está obrigado a fazer qualquer coisa?

Faça bom uso do que lhe convir, busque encontrar um ponto de equilíbrio e viva, sendo responsável por suas escolhas!

E para que não esqueçamos: quem tem fome come fruta, quem tem sede toma água, simples!

Conheça o conteúdo programático de meu curso online acessando o site:
https://sorrentinocursos.com.br/comerafruta

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS