A teoria cérebro esquerdo ou cérebro direito, afirma que cada lado do cérebro controla diferentes tipos de pensamentos.

Essa teoria afirma que cada um de nós tem um lado dominante. Por exemplo, as pessoas dominadas pelo lado “cérebro esquerdo” usam mais a lógica, são mais analíticas e objetivas.

Já as pessoas que são dominadas pelo lado “cérebro direito” são mais intuitivas, pensativas e subjetivas.

Na psicologia, a teoria é baseada na lateralização da função cerebral. O cérebro contém dois hemisférios que cada um desempenha uma série de papéis. Os dois lados do cérebro se comunicam entre si através do corpo caloso.

O hemisfério esquerdo controla os músculos no lado direito do corpo, enquanto o hemisfério direito controla os do lado esquerdo. É por isso que danos no lado esquerdo do cérebro, por exemplo, podem ter um efeito no lado direito do corpo.

Você é mais cérebro esquerdo ou cérebro direito?

Olhe a imagem abaixo e escolha o rosto que parece ser o mais feliz, na sua opinião. Em seguida, leia abaixo para ver o que diz sobre sua função hemisférica.

Leia também: Médica faz relato poderoso que mostra como a empatia é essencial

Se você escolheu “A”, o lado esquerdo do seu cérebro é o dominante.

O lado esquerdo do cérebro é considerado adepto de tarefas que envolvem lógica, linguagem e pensamento analítico. O cérebro esquerdo é descrito como sendo bom em:

  • Língua
  • Lógica
  • Pensamento crítico
  • Números
  • Raciocínio

Se você escolheu “B”, o lado direito do seu cérebro é o dominante

De acordo com a teoria do cérebro esquerdo, dominância do cérebro direito, o lado direito do cérebro é o melhor em tarefas expressivas e criativas. Algumas das habilidades popularmente associadas ao lado direito do cérebro incluem:

  • Reconhecendo rostos
  • Expressando emoções
  • Música
  • Lendo emoções
  • Cor
  • Imaginação
  • Intuição
  • Criatividade
  • Você se identificou? Comente abaixo!

    * Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas

    Texto originalmente publicado no Mystical Raven , livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS