Por: Revista Saber Viver Mais 

A primeira associação de gatos com os humanos que temos notícias ocorreram há cerca de 9.500 anos. Registros encontrados no Egito Antigo, como gravuras, pinturas e estátuas de gatos, indicam que a relação desse animal com os egípcios data de pelo menos 5 000 anos. Os gatos domésticos atuais são uma adaptação evolutiva dos gatos selvagens. Cruzamentos entre diferentes espécimes os tornaram menores e menos agressivos aos humanos.

Enquanto uns adoram, outros tem verdadeira rejeição pelos felinos. Mas o que pode signifcar um gato cruzando o seu caminho? Para alguns, somente um gatinho vira-lata ou abandonado que está pedindo que você compartilhe o seu carinho, comida e refúgio com ele. Entretanto para outros o fato de um felino surgir no seu caminho pode ser visto como algo espiritual.

Não sabemos qual é a sua posição em relação ao mundo esotérico, mas vamos tentar explicar em detalhes o que significa quando um gato se aproxima de você de forma prática e objetiva e também desde uma perspetiva espiritual.

Gatos e espiritualidade

Existem muitas crenças que acreditam que os gatos são seres capazes de captar uma boa energia e sempre vão procurar lares onde sintam paz, serenidade e vibrações positivas.

Por isso existem crença populares que acreditam que quando um gato entra em sua casa, ela está livre de má energia e transmite a este gato as condições ideais que ele precisa para se sentir seguro e desenvolver tranqüilidade e boa saúde.

Gato, um ser místico

Entretando algumas teorias esotéricas acreditam que os felinos são animais místico, que possuem um “sexto sentido”, que conseguem desenvolver habilidades sobrenaturais.

Alguns místicos, acreditam que quando um gato entra em sua casa, ele tem uma missão para cumprir na sua vida. Esta missão é remover as coisas negativas no seu ambiente e protegê-lo dos maus espíritos.  Portanto, em muitos países, os gatos ainda são adorados como uma espécie de talismã espiritual.

Gatos sentem a energia das pessoas?

Você provavelmente já ouviu dizer que os gatos podem sentir a energia que nós emitimos ou liberamos para o mundo. Essa teoria tem origem no Egito antigo, quando se acreditava que os gatos tinham acesso a um nível superior que os humanos não podem ver. É por isso que se comportam de forma única, interagindo com o ambiente de forma diferente dos cachorros e das pessoas.

Esse “nível” corresponderia ao caminho astral que, ao contrário de nós, eles poderiam visualizar e navegar. Se você já viu um gato olhar para um ponto fixo na parede onde não existe nada, como se estivesse algo aí, segundo esta teoria, provavelmente está. Considerando que tudo é energia, a ideia é que o gato é capaz de proteger as pessoas de entidades que não queremos encontrar.

Os gatos absorvem energia negativa?

O gato funcionaria, portanto, como um cristal vivo que absorve e trata a energia negativa, passeando por diferentes sítios da casa para absorver e renovar energias desses pontos. Segundo a espiritualidade, é por isso que os tutores de gatos encontram eles dormindo em lugares diferentes da casa. Se ele quer ficar nesse sítio, não interrompa, uma vez que ele precisa fazer a sua função e dormir muito depois para recuperar. Outra forma de neutralizar a energia negativa seria o ronronar, já que emitem uma vibração que movimenta energias pelo ambiente.

Com informações:Perito Animal

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS