Na semana passada, 120 crianças, com idades entre 6 a 10 anos, vindas de uma região rural de Guaratinguetá foram barradas ao tentarem visitar uma exposição comemorativa sobre os 90 anos do Mickey em um shopping em São Paulo.

Uma funcionária barrou a entrada dos alunos, alegando que, por ser um shopping de luxo, não poderia permitir a entrada da escola sem aviso prévio. A entrada do grupo só foi permitida após negociação. Com a repercussão negativa do caso nas redes sociais e na imprensa, o shopping acabou demitindo a funcionária.

Diante do caso, dois publicitários de São Paulo resolveram criar uma vaquinha online para arrecadar R$ 1 milhão e levar as crianças aos parques da Disney, em Orlando. Neste valor estão previstos gastos com passagens, vistos, passaportes, além de despesas referentes à alimentação durante os dias de passeio.

“Queremos mostrar que, quando uma porta se fecha, outra se abre. E, se depender da gente, quem vai abri-la será o próprio Mickey”, diz a descrição do projeto.

“A nossa indignação foi tão intensa, que automaticamente ficou revelada na grandeza do projeto. E o que tem nos deixado muito felizes e esperançosos é de ter tantas pessoas entrando em contato e apoiando o projeto da maneira que podem”. Diz Wilson Dias, um dos idealizadores do projeto.

Edgard Vidal, que também organiza a arrecadação, afirma que eles já entraram em contato com a secretaria de educação de Guaratinguetá e que o objetivo do projeto é mostrar aos alunos “que eles têm os mesmos direitos independente de sua classe social, de suas vestimentas e de suas origens”

“Num mundo tão dividido e segregado como estamos, esse projeto vem para tocar às pessoas e potencializar a união para um objetivo comum, podemos mudar as atitudes e fazer a diferença na vida dos outros. Esse é o nosso ‘grito’ para dizer que enquanto há vida, existe esperança”, dizem Dias e Vidal.

A campanha, que foi lançada na última quinta-feira (21), conta com uma página no Facebook onde divulgam as informações sobre o projeto. Até agora, os publicitários já arrecadaram R$ 63 mil, 6% do esperado. A campanha vai até o dia 20/05, mas como é pelo Catarse, eles só receberão o dinheiro se baterem a meta estabelecida.

Fonte:Propmark

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS