Nosso corpo constantemente “fala” conosco, nos informando sobre nosso estado de saúde.

Mesmo quando parece absurdo, é bom não negligenciar suas mensagens, porque todo órgão tem seu papel preciso. A tireoide, por exemplo, é uma pequena glândula que regula a produção do hormônio TH, regula o batimento cardíaco, o metabolismo e a temperatura.

Às vezes pode funcionar “demais” ou “de menos”, causando vários problemas. Aqui estão alguns sinais que podem revelar um problema na tiróide.

Hipertensão. Se você costuma ter pressão alta, mesmo sem recorrer a medicamentos específicos, e mesmo depois de comer em maneira saudável e de fazer esportes, é melhor verificar se a sua tireóide está bem.

Mudanças no apetite e na percepção de sabores. O hipertireoidismo pode causar um aumento dramático na sensação de fome, comprometendo o paladar e o olfato.

Senso de desconforto na garganta e no pescoço. A tireóide está localizada no pescoço, portanto, uma sensação de desconforto nessa área do corpo pode ser uma manifestação de seu mau funcionamento.

Cãibras ou dores musculares. Contratura e dor, mesmo sem intensa atividade física, podem ser sintomas de uma tireoide que não cumpre seu dever.

Coração que palpita. O clássico “sopro” no coração ou extra-sistólico pode ser um efeito de um excesso de hormônios tireoidianos em circulação.
Cabeça “vazia”. Estresse ou idade podem contribuir para diminuir as habilidades cognitivas, mas se isso acontecer de maneira repentina e rapidamente, você precisa se preocupar.

Pele seca e cabelos fracos. Um metabolismo mais lento está associado a menos transpiração com epiderme mal hidratada. O mesmo vale para a perda de cabelo, devido à interrupção de seu ciclo natural de crescimento.

Aumento de peso. Se o seu peso subir sem que você tenha modificado o seu estilo de vida e os hábitos alimentares, a tiróirde também devem ser verificada.

Queda no desejo sexual. Níveis baixos de hormônios tireoidianos são uma das causas da baixa libido.

Transtornos do humor. Superprodução ou deficiência de hormônio tireoidiano influencia os níveis de serotonina, fazendo com que você se sinta ansioso e irritável, ou triste e deprimido.

Constipação. Se o funcionamento normal da tireóide diminui ou até mesmo para, o sistema digestivo também é afetado, causando constipação.

Sentir-se “sem energias” às vezes é normal, diferente de quando a sonolência e a fadiga começam a ficar constantes e irritantes.

Existe também um método para realizar uma espécie de autodiagnóstico da tireoide, olhando no espelho a região inferior do pescoço, acima das clavículas, abaixo das cordas vocais. Inclinar a cabeça para a direita enquanto engolir pode mostrar protuberâncias (não confundir com o pomo de Adão).

Se você notar alguma saliência nesta área, é aconselhável consultar o médico. Às vezes, uma tireóide aumentada pode ocorrer devido a nódulos (na maioria dos casos benignos), que devem ser sempre devidamente analisados.

  • Siga a Revista Saber Viver Mais no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Saber Viver Mais no Facebook aqui.

Fonte:Olha que Vídeo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS