Pilotar um avião deve ser o trabalho mais arriscado e exigente no mundo do transporte. Um simples erro pode significar a queda de uma aeronave e centenas de pessoas perderem a vida.

De tempos em tempos, uma notícia trágica aparece, na qual são conhecidas dezenas ou centenas de pessoas que perderam suas vidas depois que o piloto perdeu o controle de seu avião.

Piloto héroi

Mas este piloto de avião provou ter uma capacidade admirável para saber como lidar com uma situação crítica. O capitão Damir Yusupov, 41 , foi o piloto do voo Ural78 da Ural Airlines,  que decolou do aeroporto de Zhukovsky, na Rússia, para o Simferopo , na Crimeia, ele teve que superar uma situação real complexa.

O avião decolou normalmente, porém um bando de pássaros foi absorvido pelos motores do avião, fazendo com que um deles explodisse e o outro parasse de funcionar.

Imediatamente, Yusupov fez uma transmissão por rádio no aeroporto, solicitando um pouso de emergência ,mas dada a situação difícil, ele foi forçado a pousar em um milharal a mais de um quilômetro de distância, depois de perceber que não poderia retornar de onde partiu. Seu pouso exigia uma capacidade muito grande e era muito arriscada.

O piloto conseguiu fazer o pouso em uma fazenda, de uma maneira espetacular, porque a chances de sucesso eram poucas. Do total de 226 passageiros, 23 acabaram com ferimentos leves e foram enviados para o hospital com outros sete tripulantes. Apenas uma mulher de 69 anos acabou exigindo tratamento mais completo.

Yusupov foi considerado um héroi nacional. Após o desembarque vários passageiros  emocionados foram abraçá-lo e agradecer-lhe . De acordo com o Daily Mail , o porta voz do Kremlin , saiu falando sobre o “piloto herói” , e dando os sinceros parabéns ao capitão Yusupov e sua equipe.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS