Às vezes dizemos que uma pessoa é inteligente porque é capaz de lembrar os detalhes necessários no momento certo.

Essas pessoas tiram uma informação importante ou um procedimento para resolver um problema apenas quando é mais necessário.

Não há dúvida de que a memória, a capacidade de lembrar, desempenha um papel importante na inteligência. Sem memória de trabalho não poderia mesmo ter em mente todas as medidas necessárias para resolver um problema sem a memória de longo prazo.

Sem ela não poderíamos voltar as estratégias do passado e usá-las novamente para encontrar novas soluções de forma criativa.

No entanto, os neurocientistas explicam que a capacidade de esquecer também desempenha um papel essencial na inteligência. Embora pareça estranho, resolver problemas de forma rápida e original, precisamos de memória e esquecimento.

A capacidade do seu cérebro para esquecer também é um sinal de inteligência

Um estudo realizado na Universidade de Toronto revela que ser esquecido também pode ser um sinal de inteligência. Esses neurocientistas analisaram o papel da memória e do esquecimento, chamados de persistência e transitoriedade, respectivamente, na capacidade de resolver problemas.

Eles concluíram que tanto a persistência e a transitoriedade são essenciais para a inteligência, entendida como a capacidade de resolver problemas ao navegar através da riqueza de conhecimentos adquiridos, de modo que nos permite encontrar rapidamente a informação relevante para o problema que temos de resolver .

Segundo esses neurocientistas, um dos principais objetivos da memória é otimizar a tomada de decisão. No entanto, o esquecimento também é um elemento essencial para o cérebro se concentrar no que realmente importa para o problema em particular.

Leia também: Crie uma rotina e tenha uma dieta saudável! -por Dra. Karina Peloi

De fato, nos últimos anos descobriu-se que existem mecanismos cerebrais dedicados inteiramente ao esquecimento, o que significa que nossa memória está sendo reorganizada continuamente, armazenando novas informações e apagando o que não precisamos mais ou não usamos.

A eliminação das conexões sinápticas entre os neurônios é um mecanismo que permite reescrever informações, estabelecendo novas vias neuronais. Isso explica por que as crianças esquecem tantas coisas, já que o hipocampo produz continuamente novos neurônios que permitem “substituir” a informação. Novas estradas de informação estão sendo continuamente criadas em seu cérebro, algumas das quais eliminam as antigas.

Essa capacidade de “sobrescrever” informações, o que implica esquecer, facilita a tomada de decisões e estimula a inteligência, uma vez que nos permite generalizar eventos passados, incluindo eventos presentes.

Na Inteligência Artificial, esse fenômeno é conhecido como regularização, que ajuda a criar modelos mais simples que priorizam informações essenciais, eliminando detalhes específicos que não são relevantes.

Em outras palavras, o esquecimento nos permite ser mais eficientes, apagando todos os detalhes inconseqüentes, para que possamos resolver os problemas de maneira mais rápida e eficaz.

Portanto, ele não é apenas importante para armazenar uma grande quantidade de informações, mas também ser capaz de fazer alguns “limpeza” de vez em quando, para que possamos navegar mais facilmente dentro desse corpo de conhecimento, encontrar rapidamente os dados e procedimentos que precisamos para resolver o problema que estamos enfrentando.

Portanto, se você é uma pessoa um pouco esquecida, você não deve considerá-la algo negativo, mas significa que seus mecanismos de “sobrescrever” e apagar funcionam muito bem. Você só tem que aprender a tirar proveito disso.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Texto originalmente publicado no Rincon Psicologia, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS