Já falamos algumas vezes sobre os animais que estão ocupando os espaços urbanos nessas semanas de quarentena , mas ainda não falamos o suficiente sobre os animais que deixaram seus esconderijos para, depois de muito tempo ameaçados, saírem novamente para serem observados pelo mundo.

Nesse caso, um dos pássaros mais bonitos e particulares do planeta reapareceu nas águas do Canadá, após um longo tempo sem ser visto. Estamos falando do pato mandarim (Aix galericulata) , uma espécie que se destaca por seu belo pêlo colorido e padrões diferentes.

Burnaby Now

Um espécime deste pato foi visto nadando nas águas do lago Barnaby , na província da Colúmbia Britânica . Acontece que o pássaro já havia sido visto algumas vezes antes na área e foi batizado de Trevor , cativando todos os turistas que foram ver a descoberta.


Getty Images

E, claro, é muito raro ver um pato mandarim em outro lugar que não a Ásia. Essa espécie habitava originalmente a costa leste do continente asiático – parte da China, Rússia e Japão, entre outras -, mas com o tempo migrou em pequenas porções para outros lados do planeta, como Europa e América.

Quanto ao seu tamanho, pode medir entre 41 e 49 centímetros na idade adulta , com uma envergadura de 65 a 75 centímetros de asa a asa. Eles geralmente habitam espaços com vegetação densa e úmida , como as margens de lagos e rios baixos.


Animals.net

As principais ameaças do pato mandarim são os predadores da natureza – martas, cães-guaxinim, lontras, doninhas, corujas e cobras -, mas o mais perigoso é o ser humano , que ataca florestas e destrói o habitat natural das aves. É também uma peça muito valiosa para os caçadores , que estão interessados ​​em sua plumagem.

Esperamos que ele possa nadar com calma no lago canadense, sem as ameaças humanas que o fizeram se manter por um longo tempo. Agora, as coisas parecem estar mais calmas por lá e espero que continue assim …

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS