O coronavírus interrompeu a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Mas, apesar da grave situação que causou, a passagem da doença pelas cidades do mundo deixou alguns cartões postais memoráveis.

O chamado COVID-19 foi detectado na cidade chinesa de Wuhan e, desde então, se espalhou violentamente por todo o mundo. As autoridades, em um esforço para interromper as infecções e conter a pandemia, declararam diferentes medidas para impedir que a população corresse mais riscos.

Foi exatamente o que está acontecendo na Itália . O coronavírus surpreendeu a região da Lombardia, no norte do país, e forçou as autoridades a declarar uma quarentena obrigatória para todos os que moram lá e estendê-la a todo o país.

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte anunciou nesta terça-feira, 11 março a 03 de abril que seja estritamente necessário e com a permissão das autoridades para fazê-lo.

“Estamos tendo um crescimento significativo de infecções … e mortes”, disse ele em um discurso noturno à mídia local, informou a BBC.

“Toda a Itália se tornará uma área protegida. Todos devemos desistir de algo para o bem da Itália. Temos que fazer isso agora. Por isso, decidi adotar medidas ainda mais fortes e mais severas para conter o progresso … e proteger a saúde de todos os cidadãos”, acrescentou.

E embora ter um país inteiro trancado em suas casas tenha sido muito difícil para os italianos, pelo menos há um lado positivo: suas cidades mostraram toda a beleza que estava escondida na multidão.

O Vaticano vazio, a Fonte de Trevi sem visitantes, o magnífico Coliseu em toda a sua glória sem turistas ou veículos que interrompem a paisagem; Todos esses marcos históricos mostraram toda a sua beleza depois que as pessoas saíram das ruas.

E dentro de todas essas impressionantes cidades fantasmas, há uma que se destaca acima das demais devido à mudança radical que mostrou: Veneza.

Essa cidade de mil anos se caracterizava pelos milhões de turistas que recebia diariamente, que além de preencher suas ruas e praças, traziam consigo altos níveis de poluição que se refletiam sobretudo nos canais da cidade, que já pareciam ser linhas de drenar.

Mas a passagem do coronavírus transformou essas vias sujas em belas estradas azul-turquesa, águas cristalinas e centenas de peixes aproveitando essa nova limpeza.

É exatamente isso que pode ser visto em um vídeo publicado pelo canal do YouTube La Nouva de Venezia e Mestre, que mostra o novo rosto desta bela e deserta cidade.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Bem Mais Mulher

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS