Para definir de forma simples, a fome emocional é o consumo de alimentos, não por sentir fome, mas para obter um alívio de curto-prazo. Para algumas pessoas, empanturrar-se de um saco de batatas chips ou uma barra de chocolate pode proporcionar alívio sempre que se sentirem frustrados, sozinhos, entediados, ansiosos, deprimidos, estressados, ou com raiva.

A fome emocional pode resultar em comilança excessiva que, por sua vez, pode levar ao ganho de peso. Especialistas afirmam que 75% dos casos do comer excessivo é uma resposta direta a emoções. Este livro tem a intenção de fornecer a você as habilidades necessárias para inibir a fome emocional em 30 dias. Você aprenderá alternativas mais saudáveis que podem ajudar a lidar com os sentimentos negativos que provocam seus desejos por alimentos não saudáveis sempre que você estiver emocionalmente atribulado.

Há, de fato, esperança para os famintos emocionais.

Sintomas da Fome Emocional:

Há sintomas específicos que podem indicar que você é um comedor emocional.

  • Fome repentina
  • Normalmente leva um tempo para a fome física se desenvolver. A fome
    emocional, por outro lado, ataca repentina e rapidamente.
  • Desejos por alimentos específicos
  • Desejo por comida (particularmente de variedade nociva) é geralmente um
    indicador da fome emocional. As pessoas sofrem da condição de sentirem urgên-
    cia para satisfazer sua fome emocional. Elas precipatam-se, apressam-se para sa-
    ciar a fome.
  • Apetite Urgente

A menos que você não tenha comido por um longo tempo, a sua fome física pode esperar. A fome emocional não. Ela precisa ser satisfeita imediatamente, e pode fazer com que você recorra a coisas não convencionais como correr para um loja de conveniência tarde da noite ou saquear a caixa de chocolate do seu filho.

Fome associada a emoções não desejadas

Se a fome é causada por um evento desprazeroso que resulta um sentimento
angustiante, fica claro que a natureza dessa fome é emocional. Fome física e
emocional não estão ligadas de nenhuma forma.

Comer involuntariamente

Normalmente, você está atento com o que está fazendo quando come quando
está com fome. Entretanto, quando você percebe que está se servindo de algum
alimento mesmo quando não sente fome, pode ser causada pela emoção.

Continuar comendo mesmo quando você já está satisfeito

Você pode satisfazer sua fome física sem se empanturrar até o limite. Comer o
suficiente não é mais suficiente para freiar sua fome emocional.

Fome mas não no abdómen

Os desejos emocionais estão focados especificamente no sabor e na textura da
comida. Não é o caso da fome física.

Sentir-se culpado depois de comer

Nutrir seu corpo não deveria causar sentimentos de culpa ou arrependimento.
Agora, se você sente culpa depois de comer, pode ser porque você sabe que não
comeu apenas para nutrir-se.

“Acabando Com A Fome Emocional – Dicas e Estratégias Para Inibir a Fome
Emocional”

Escrito por The Blokehead

Para adquirir o Livro clique Aqui

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS