Olha essa novidade que vem do Japão, eles estão dando as casas abandonadas de graça! Que tal mudar para Japão e ter sua casa própria?

Brincadeiras a parte, o Japão está enfrentando uma grande crise de habitação e envelhecimento populacional, um número cada vez maior de imóveis desocupados no país estão sendo colocados para venda em sites como o “bancos akiya” em uma tradução mais exata “akiya” significa “casas vagas” – são  milhares de propriedades em condições relativamente boas sendo oferecidas por nada ou quase nada, segundo o Insider.

Os preços de uma base de dados akiya em particular não ultrapassam 30 milhões de ienes (cerca de R$1 milhão), enquanto muitas propriedades estão listadas como “transferência grátis” pela soma de literalmente zero iene. Pague alguns impostos e algumas comissões de corretor imobiliário e a casa é sua!

Isso é parte de um esquema do governo para abordar uma crise de habitação única do país. Um relatório de 2013 descobriu que havia mais de 8 milhões de propriedades abandonadas espalhadas pelo Japão, muitas delas em áreas regionais ou nos arredores de grandes cidades, segundo o The Japan Times. O Instituto de Pesquisa Fujitsu projetou que o número vai crescer para mais de 20 milhões em 2033 – quase um terço de todas as casas da nação.

Sabe-se que o excesso de akiya no Japão se deve em parte ao envelhecimento dramático da população. Enquanto mais e mais cidadãos japoneses morrem ou mudam para casas de repouso, mais e mais casas no país ficam vazias. Não há jovens o suficiente para preencher essa lacuna e os que estão presentes levam mais tempo para formar famílias.

Outro fator é a superstição. Propriedades associadas com tragédias como suicídio, assassinato ou “mortes solitárias” são consideradas de má sorte na cultura japonesa, o que torna mais difícil vendê-las e alimenta o número de imóveis vagos que vão lentamente decaindo pelo país.

Em alguns casos os governos locais até oferecem subsídios para quem quiser ocupar e reformar propriedades mais velhas. Em outros, as casas não saem tecnicamente “de graça” até que você as alugue por um número de anos, aí a propriedade é considerada sua, segundo o blog imobiliário japonês Rethink Tokyo.

Ainda assim, mesmo com todos os incentivos, o consenso é que o problema das akiya no Japão vai piorar antes de melhorar. E com a oferta mais alta que nunca e a procura mais baixa que nunca, os preços de casas térreas vão continuar despencando.

Fonte:Vice.Pt

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS