Por: Dra Anna Virgínia

1-SOP: a Síndrome dos Ovários Policísticos já é sabidamente associada à resistência à insulina, que aumenta a concentração deste hormônio na corrente sanguínea e faz com que os ovários produzam mais testosterona que o normal, gerando os sintomas clássicos da SOP ou acentuando os quadros já existentes.

2-Candidíase: a Candida albicans AMA açúcar e se prolifera quando há ingestão excessiva, causando os sintomas incômodos da candidíase que a maioria de nós já conheceu alguma vez na vida.

Além disso, a tendência é que o fungo libere substâncias no nosso corpo que aumentem o desejo por doces, de forma a garantir a disbiose intestinal, uma vez que esse é o ambiente em que sobrevive.

3-Infertilidade: o áçucar aumenta a liberação de insulina, que em excesso pode provocar alterações ovarianas ou até a ausência de ovulação na mulher.

4-Danos neurológicos: as mulheres são mais propensas a estes danos, como Alzheimer e depressão, principalmente em decorrência das alterações hormonais naturais conforme o envelhecimento, tendo a menopausa como fator de risco.

O excesso de açúcar aumenta a glicemia, aumentando também a produção de radicais livres (RL) que interferem no funcionamento das células nervosas.

5-Rugas: o consumo excessivo e frequente de açúcar aumenta não só a liberação de RL como também leva à glicação do colágeno, fazendo com que a pele perca a elasticidade e o tônus naturais, acelerando o envelhecimento precoce e o aparecimento de sinais e rugas.

Via: Pâmela Terra

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Pamela Terra
Nutricionista Funcional - Clínica e Esportiva