Por: Saber Viver Mais

Todos os setores da economia foram afetados pela pandemia de Covid-19, porém um dos que sofreram mais impacto sem dúvida foi o turismo.

Devido o isolamento social, incontáveis atrações turísticas que dependiam da livre circulação de pessoas foram fechadas. Mas nem tudo foi ruim, atrações turísticas que faziam exposições e exploração de elefantes para passeios na Tailândia, fecharam as portas.

Empresários afirmaram que sem a renda obtida através dos passeios não existe como alimentar os animais. Hoje existem 2 mil elefantes mantidos em cativeiro para atividade.

A ONG Save Elephant Foudation, mobilizou voluntários para fazer o resgate de todos aqueles elefantes que passaram a vida sendo explorados pela cobiça humana.

View this post on Instagram

They are going home, this group from old to young elephants, and they will not be the last. More and more we will see the migration back to their villages. For this group, it will take them about 5 days to reach home. The mahout and elephant will stay in the jungle at night time. Our team from SEF is following them to bring food for both elephants and people. On their journey they will walk past mostly the dry area from forest fires burning for months. This is one of the reasons for them to leave the area where they used to stay. None of them know when they might return, as the tourist industry will see little growth in the months ahead.⁣ ⁣ ⁣ ⁣For the last couple of weeks the elephants who have been leased and working many decades in the tourist business , who originate mostly from the Karen Tribe, they start to go back to their home land. This is perhaps the beginning of significant change in the lives of the many captive working elephant's lives in Thailand. Who knows what good will yet come of this terrible situation ?!⁣ ⁣ ⁣ ⁣#SaveElephantFoundation #COVID19 #CoronaVirus #ElephantSanctuary #Thailand #AsianElephant #TrunksUp

A post shared by Save Elephant Foundation (@saveelephantfoundation) on

A readaptação dos elefantas a natureza será feita em etapas, sempre de 100 em 100. Os mamíferos serão transferidos para um santuário animal em Chiang Mai, localizado ao norte da Tailândia, o local foi construido especificamente para receber os animais.


Os primeiros 100 elefantes foram resgatados no início deste mês. Foto: Reprodução / Instagram: @saveelephantfoundation

Até o momento já foram resgatados 1476 espécimes, alguns acreditavam que o animais não se adaptariam com facilidadel, porém ficaram suspresos com a felicidade dos elefantes ao rever seu lar e descobrirem que enfim estavam livres. Alguns dos já estavam em cativeiro por mais de 20 anos.


Foto: Reprodução / Instagram: @saveelephantfoundation

A Save Elephant, fez o registro de toda a viagem e postou em seu perfil no Instagram. Todo o trajeto é memorável, confira aqui.

Com informações: Razões para Acreditar

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS