Por:Constanza Suárez

César é morador de rua e  afirmou muitas vezes que renuncia à comida que lhe dão para alimentar seus amigos fiéis. É por isso que existe entre Cesar e seus cães uma verdadeira relação de amor, carinho, calor, compreensão.

Por volta das 3 horas da manhã de domingo, Cesar chegou ao Hospital Regional Alto Vale em Rio do Sul-SC,  para receber tratamento para um problema de saúde difícil que enfrentava. Como César não estava acostumado ir ao hospital, os profissionais de saúde precisavam fazer perguntas sobre sua condição e histórico médico.

Enquanto conversavam sobre isso, a enfermeira Cris Mamprim que estava no plantão, notou uma cena em movimento: 4 cães esperando  pacientes  pelo homem. Ele realmente não estava sozinho.

Enquanto Cesar não tinha coisas materiais, sua vida estava cheia de coisas que importam, como amizade e amor. Seus amigos fiéis estavam preocupados com ele, do lado de fora da porta principal do hospital. Eles esperavam ansiosamente pelo seu retorno. César admitiu que muitas vezes não come para dar esse alimento para os cães.

“Todo mundo é bem cuidado e gordo. Vê-los assim, esperando na porta, só mostra o quanto você se importa e os ama “, disse Cris Mamprim.

Cris compartilhou a foto em sua conta do Facebook, onde escreveu: “Uma pessoa simples, sem luxo, que depende de ajuda para superar a fome, o frio, a dor, os males do mundo, tem ao seu lado os melhores companheiros, e a troca é recíproca. Troca de amor, carinho, calor, compreensão “.

Com tanta gente mal por aí, hoje me deparei com essa cena. No hospital em que trabalho, as 3h da madrugada, enquanto…

Posted by Cris Mamprim on Saturday, December 8, 2018

Então ela acrescentou: “Eu não sei como é a vida dele, porque ele está na rua, e eu não me importo e o julgo, mas admiro o respeito e amor que ele tem por seus animais de estimação. Vê-los assim, esperando na porta, só mostra o quanto eles são bem tratados e amados. Ah, se todos fossem assim … se ele não tivesse mal, maus-tratos “.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS