Câncer de mama é um tumor maligno, formado pelo crescimento de células de maneira desordenada, e desenvolvimento de um ou mais nódulos na mama. Quando descoberto no início, a doença tem 95% de chance de cura.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e Massachusetts General Hospital, conseguiram desenvolver um modelo de inteligência artificial (IA), que consegue prever o câncer de mama com até cinco anos antes de se manifestar.

Inteligência Artificial 

A inteligência artificial detectou alguns padrões sutis que não podiam ser identificados por humanos nos tecidos mamários, conseguindo antever a possibilidade de desenvolvimento do câncer.

Os pesquisadores testaram essa tecnologia baseada em dados de 2009 a 2012 que foram originados de 90 mil mamografias de mais de 6 mil pacientes do Massachusetts General Hospital.

Eficácia

O IA consegui prever que 31% dos casos de pacientes de alto risco, isso é considerada uma melhora muito importante na prevenção de doenças, haja visto que as técnicas tradicionais conseguiam prever somente 18% desses casos.

Métodos anteriores eram baseados em mulheres brancas, como apontou um estudo publicado no Journal of Women’s Health. Mostrou-se que a eficácia dos testes de prevenção não abrangia as populações negras, hispânicas e asiáticas.

O modelo criado pelo IA consegue ter mais eficácia em mulheres negras, podendo ser mais acessível, embora os testes ainda precisem ser feitos em mulheres indianas e de outras etnias.

A nova tecnologia ainda permite conhecer os riscos individuais por cada paciente e essas informações poderão ser usadas para customizar programas de prevenção.

Segundo os pesquisadores essa inteligência artificial poderá permitir que no futuro essas mamografias identifiquem outros problemas de saúde, como doenças cardiovasculares e outros tipos de câncer.

Com informações:Revista Galileu

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS