A mãe da pequena Adrielly ficou surpresa quando a filha pediu para distribuir quentinhas para pessoas em situação de rua no lugar de uma festa no seu aniversário em fevereiro.

Luciana Pacheco, de 38 anos conta que foi a própria menina quem teve a ideia, ainda em dezembro do ano passado.

A iniciativa fez sucesso e viralizou nas redes sociais.

Hoje ela esta completando 8 anos e o único pedido de presente que ela pediu foi destribuir quentinhas para as pessoas…

Publicado por Luciana Pacheco em Domingo, 10 de fevereiro de 2019

Moradores de Realengo, na Zona Oeste do Rio, a mãe conta que, no início, não deu muita bola para o desejo da filha:

“Pensei que era uma dessas cismas de criança. Mas ela continuou insistindo e vi que estava levando a sério”.

Mas o aniversário de Adrielly se aproximava e ela ficava cada vez mais ansiosa, dia antes do aniversário, no dia 10 de fevereiro, a recepcionista trabalhou em uma festa de aniversário cujo cardápio foi uma deliciosa feijoada.

Luciana então comentou com a aniversariante o desejo inusitado da filha em ajudar os moradores de rua, a mulher então não hesitou e doou todas as sobras do almoço para a dupla. Com o alimento, Luciana e a filha conseguiram montar 50 quentinhas.

“Tinha sobrado muita comida. Ainda completamos com mais coisas, compramos copinhos de guaraná natural e fomos para a rua”, conta a mãe.

Sonhe de ser professora

Caçula da família, Adrielly sonha em ser professora para poder ajudar e ensinar as crianças. Enquanto não torna o desejo em realidade, ela quer abrir mão das festas de aniversário em favor dos moradores de rua. “Quero fazer isso todo ano. Prefiro trocar o bolo e dar comida”, afirma.

Ao chegar ao calçadão de Bangu, a família encontrou outro grupo de voluntários, que serviam sopa aos moradores de rua. Juntos, fizeram um grande banquete, que terminou com um animado “parabéns para você” para a generosa aniversariante.

Com informações:Extra

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS