Lexie Comeau-Drisdelle é uma heroína com H maiúsculo!

Ela tem paralisia cerebral, não anda e nem fala, mas salvou o irmãozinho que se afogava na piscina.

A moradora de Dartmouth, na Escócia, percebeu que Leeland, de apenas 1 ano de idade, estava em apuros. Ela viu quando o irmão pulou na piscina sozinho, Lexie então fez a única coisa que conseguia fazer: um grito super alto, alertando a família de que algo grave estava acontecendo.

A avó correu rapidamente em direção à neta, mas não percebeu o irmão por perto, mas Lexie continuou gritando e apontando para a porta que dá acesso à piscina.

 “Quando minha mãe me contou o que estava acontecendo, rapidamente olhei pela janela e lá, na borda da piscina, vi a cabecinha dele”, disse a mãe de Lexie e Leeland, Kelly JacksonEntrei em pânico e minha mãe rapidamente correu na direção dele e o puxou para fora.”

Kelly disse mais à CNNNaquele momento, foi tão assustador. Nós pensamos que não ia acabar bem. Nós o abraçamos um milhão de vezes. Em dois segundos uma vida pode mudar e estamos agradecidos por Lexie ter sido tão rápida em nos alertar”.

“Você não precisa andar, falar e ter todos os seus sentidos. Você pode se fazer ouvir, e você ainda pode ajudar. E sim, ela salvou a vida dele”, completou a avó.

A menina recebeu uma homenagem do Conselho Regional de Halifax e outra homenagem do departamento de polícia da cidade por seu ato heroico.

“Heróis vêm em todos os tamanhos. Foi um enorme prazer homenagear a jovem Lexi por alertar sua mãe quando o irmão dela pequeno caiu na piscina”, diz a postagem.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações: Razões Para Acreditar

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS