O derramamento de óleo em julho nas Ilhas Maurício , na África Ocidental , continua causando vítimas na vida marinha . Desta vez, uma mãe golfinho foi vista morrendo tentando salvar seu filhote, ambos levados para a praia por um líquido viscoso .

Desde que um navio japonês afundou na costa desta ilha, deixando uma contaminação significativa, pelo menos 40 golfinhos morreram, dos quais 38 foram levados para a costa, de acordo com a Reuters.

Yasfeer Heenaye , uma pescadora de 31 anos, registrou o momento em que a mãe e seu bebê lutaram para viver, presos em um recife. Naquela época, pelo menos 200 golfinhos nadariam nesta área, dos quais cerca de 30 perderam a vida.

“Alguns ficaram feridos e outros flutuavam. Dentro do recife, há um derramamento de óleo na água – se eles ficarem dentro, todos podem morrer – mas se saírem, podem sobreviver ”, disse Heenaye.

Vendo essa emergência, os pescadores estavam tentando tirá-los de lá para o mar aberto. “Estávamos tentando empurrar os golfinhos para fora do recife, fazendo barulho no barco para que os golfinhos saíssem do recife”, disse ele.

Entre esses golfinhos estavam esta mãe e seu filhote, que eles também tentaram resgatar. “Havia uma mãe e seu bebê. (O bebê) tava muito cansado, não nadava bem. Mas a mãe ficou ao lado dele, não abandonou o bebê para ir com o grupo. Durante todo o caminho ela ficou com ele. Ela estava tentando protegê-lo, para pressionar o bebê a voltar para o grupo ”, disse ele.


Reuters

Porém, apesar dos esforços da mãe e do apoio dos pescadores, o bebê morreu. “Quando eu vi isso, lágrimas vieram aos meus olhos. Eu sou pai de uma filha pequena, é muito difícil para mim ver a mãe lutar e fazer todo o possível para salvar seu bebê ”, acrescentou Heenaye.

Pouco depois, a mãe teve convulsões e também morreu. Desde que o petróleo atingiu a costa de seu país, os moradores locais têm feito tudo ao seu alcance para retirá-lo da água.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS