Por: Miguel Rossetto

Há algo errado em um país que proíbe os alimentos orgânicos e libera o veneno.

É exatamente o que está acontecendo ao apagar das luzes dos mandatos no Congresso Nacional.

Primeiro, foi o pacote do veneno que visa facilitar ainda mais as regras para registro, fabricação, comercialização e utilização dos agrotóxicos no país e retira a competência do Ministério do Meio Ambiente e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para avaliar o seu impacto nos ecossistemas e na saúde pública.

Surge a notícia, agora, que um projeto prevê a restrição da venda de produtos orgânicos em supermercados ou lojas de varejos. É um retrocesso monstruoso.

O que precisamos é exatamente o oposto: ter cada vez mais alimentos saudáveis, sustentáveis ambientalmente e criar uma rede de políticas públicas para estimular sua produção e comercialização.

Um triste retrato do país do golpe que mudaremos em outubro!

Miguel Rossetto,além de outras funções, ocupou o Ministério do Desenvolvimento Agrário nos Governos Lula e Dilma e é pré candidato a Governador do RS.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Fonte: Luiz Muller

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS