A greve dos caminhoneiros, por conta do aumento do preço dos combustíveis, não tem uma data para terminar. A paralisação chegou ao seu 6º dia consecutivo nesta sexta-feira (25).

Nesse cenário de incertezas, um produtor doou na tarde dessa quinta-feira (24) 4 mil litros de leite para moradores da cidade de Lagoinha, no interior de São Paulo, que irão alimentar muitas famílias. As informações são do G1.

O leite foi distribuído na praça da matriz, no Centro da cidade. Os moradores fizeram filas para receber a doação, que estava estocada desde segunda-feira (21), quando teve início a greve.

Parte da mercadoria também foi doada a asilos e instituições de caridade.

O produtor Edimilson Vilela disse que a mercadoria seria enviada para uma fábrica de queijo, requeijão e iogurtes, em Cruzeiro (SP). A matéria-prima não seguiu seu destino, pois o armazém está cheio, devido aos problemas logísticos causados pela paralisação dos caminhoneiros.

“Para mim seria fácil abrir os galões e desperdiçar o leite [jogando fora], mas é um produto que pode ajudar as pessoas também”, afirma Edimilson.

O produtor disse que a greve dos caminhoneiros é positiva também para os produtores rurais, que necessitam do diesel para escoar a produção e para operar máquinas e equipamentos.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações: Razões Para Acreditar

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS