Algumas preferem ficar deitadas, descansar e curtir os últimos momentos com a barriguinha, outras já têm a vontade de dar brilho a casa.

De repente vem uma obsessão uma vontade louca de faxina, de manter a casa limpa e em ordem.

Um estudo revelou que esse desejo incessante de deixar a casa limpa e organizada, pode indicar que o bebê está a caminho. É o instinto materno querendo preparar o “ninho”. 

Mas calma isso é perfeitamente normal e tem até um nome: síndrome do ninho arrumado.

O que é a síndrome do ninho arrumado?

Assim como as aves preparam o ninho para que seja um ambiente seguro e confortável para seus ovos, muitas grávidas experimentam uma vontade súbita e incontrolável de organizar e limpar a casa.

Você bem sabe que devia aproveitar pra dormir, mas derepente, parece uma boa ideia tirar a poeira de cima das portas (aquela que ninguém vê!) às 3 da manhã! Ou então, resolver, aos 45 do segundo tempo, fazer uma limpa naquele quartinho e livrar-se, em uma semana, da tralha que acumulou por anos.

Por que acontece?

São muitas as causas dessa aparente loucura. Além do simples instinto de oferecer um ambiente seguro para a cria, a essa altura, a ansiedade e os chutes na costela já não a deixam dormir mesmo. Então, manter-se ocupada dobrando roupas ou pintando paredes parece uma boa alternativa.

Quais são os principais sintomas?

Grávidas que passam por isso costumam gastar tempo e energia com certas atividades, como:

  • lavar as mãos sem parar;
  • largar outra atividade pelo meio só para tirar a poeira que acabou de enxergar naquela prateleira;
  • começar uma faxina nos momentos mais inusitados, como tarde da noite;
  • não conseguir dormir pensando no que ainda falta arrumar;
  • mostrar uma certa hiperatividade sem se permitir descansar.

Como lidar com ela sem perder a cabeça?

Em primeiro lugar, saiba que você não está louca e nem precisando visitar um psiquiatra. Na verdade, essas atividades podem até ser positivas e prazerosas, desde que você não se ponha em risco e nem ao bebê.

Então, antes de amarrar um lenço na cabeça e sair subindo em escadas por aí, é importante tomar alguns cuidados e considerar estas dicas:

  • procure dar prioridade ao que realmente importa e deixe a limpeza pesada para outras pessoas;
  • aceite ajuda, pois, muitas tarefas podem ser executadas pelo pai ou por outra pessoa, sob a sua orientação obviamente;
  • evite carregar peso e o contato com produtos com cheiro muito forte, lembre-se que além do apetite de leão você agora tem o olfato de um cão policial;
  • use  roupas confortáveis que permitam liberdade para os movimentos.

Depois de saber que tudo isso não passa da síndrome do ninho arrumado, uma paranóia transitória comum a outras gestantes, você está liberada para retomar aquela arrumação básica que estava fazendo.

Mas saiba que isso é só uma amostra das pequenas maluquices que a vida de mãe fará você cometer, como se pegar ninando carrinho de supermercado enquanto espera na fila, por exemplo. E acredite, a maternidade será divertidíssima, se encarada com bom humor!

Informações: 1 News

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS