Por: Redação da Revista Saber Viver Mais

Um grupo de estudantes do colégio Sesi, de Araucária (PR), desenvolveram um projeto onde eles conseguiram produzir um tipo de madeira sustentável a partir da casca de mandioca, tetraborato de sódio (bórax), cola e água.

Ideia Inicial

No início do projeto a intenção era produzir um plástico biodegradável, no entanto com o avanço das pesquisas o projeto acabou sendo direcionado para outra inovação, foi ai que surgiu a madeira sustentável.

O experimento foi apresentado e recebeu muitos destaque durante a 7ª edição da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (Ficiencias), realizada em Foz do Iguaçu (PR), tanto destaque veio por ser uma alternativa de baixo custo e ambientalmente correta.

“A nossa madeira é feita a partir de resíduos orgânicos da mandioca, como a casca, e utilizamos também outros componentes para deixá-la mais compactada. Para nós fazermos a nossa madeira, fomos variando a quantidade dos nossos materiais (mais cola, menos cola. Mais casca, menos casca), até encontrar o nosso protótipo ideal”, foi a explicação dada pelas estudantes Amanda Bueno Coutinho, Ana Vitória de Lara e Letícia Azambuja de Souza sobre como surgiu o resultado final.

Madeira de Mandioca

Além de ser sustentável, a madeira de mandioca apresenta outra vantagem: é resistente a traças, cupins e até fogo. Os estudantes fizeram um teste chamada de inflamabilidade, e obtiveram um resultado muito próximo ao do MDF Fire, que é produzido na América Latina. “Além disso, a nossa madeira é praticamente impermeável. Nós deixamos imersa por cerca de três dias. Quando retiramos, achamos que tínhamos perdido o teste porque ela havia inchado completamente. Mas quando secou, voltou ao estágio inicial. Isso significa, que mesmo que ela infiltre ela consegue evaporar essa água novamente.” completou uma das alunas.

Agora a intenção das meninas é buscar um parceiro para a produção em larga escala. Torcemos para mais ótimos projetos como este!

 

 

 

 

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS