Essas flores são mais uma vez o sinal da natureza e continuam a surpreender o olho humano. Talvez a maioria das plantas surpreendentes são aquelas que por suas cores vivas conseguem capturar a atração do olho imediatamente. No entanto, esta flor é diferente, porque atrai exatamente o oposto: torna-se transparente.

Seu nome científico é Diphylleia grayi , ou também conhecida como a flor do esqueleto , devido a sua característica particular. Estas também chamadas flores de cristal , inicialmente brancas, encontram essa forma única quando em contato com a água. Por esse motivo, a chuva é seu principal aliado quando se mostra em seu estado transparente.

Essas pequenas flores só se tornam cristalinas na área de suas pétalas, enquanto seu centro, amarelo e verde, mantém o mesmo tom depois de tocar a água.

Eles crescem apenas nas áreas montanhosas úmidas do Japão , China , Ásia e Montanhas Apalaches (uma cordilheira localizada no leste da América do Norte, entre o Canadá e os Estados Unidos). Esse raro processo ocorre quando a água toca as pétalas e, pouco a pouco, o branco original fica incolor, como foi visto em uma transmissão de vídeo no YouTube.

“Como cresce em montanhas profundas, parece haver pouca oportunidade para os nativos vê-la”, escreveu o usuário Alwaysartzone , seu canal dedicado a expor flora e fauna, especialmente a do Japão, como observado no vídeo.

Devido à sua localização limitada e complicada, é raro encontrar essas amostras. Quem consegue encontrá-los pode testemunhar um dos espetáculos mais impressionantes da natureza, apesar do tamanho pequeno da flor.

Portanto, é também um centro de atenção para os fotógrafos, que se esforçam para encontrar uma flor de esqueleto e ser capaz de imortalizar sua mudança de forma.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS