Se você convive ou namora uma pessoa com depressão, aqui está algumas dicas do que você precisa saber: eles são os sobreviventes mais fortes.

Todo o dia é uma luta constante para quem tem depressão.

Mas todos os dias se levantam, saem de suas camas e enfrentam suas dores e lutas.

As pessoas com depressão vão trabalhar todos os dias, realizam suas tarefas, cuidam de suas famílias, fazem tudo isso apesar de estarem doentes.

Tão doentes que dificilmente conseguem encontrar motivação em qualquer lugar.

As pessoas com depressão fazem um esforço constante para estarem com as pessoas que amam. Tentam passar o tempo com elas e fazerem coisas que elas desejam.

Tudo isso para mostrar o quanto elas apreciam ter elas em suas vidas.

As pessoas com depressão são altamente tolerantes e precisam ter autocontrole para aguentar tanta ignorância.

Eles estão conscientes de que, onde quer que vá, haverá pessoas lá que não têm uma compreensão completa do que é a depressão, já não tem a menor ideia sobre o que a depressão se trata.

Leita Também: Como aceitar e curar a sua criança interior e ser Feliz

Pessoas que insistem em equiparar a depressão com fraqueza.

A depressão é algo obscuro que espreita dentro do seu cérebro fechando lentamente todas as luzes até que você não vê nada além do abismo.

A depressão é um monstro inabalável que acorda com você pela manhã e fica com você até os ecos da meia-noite.

Isso é depressão, e as pessoas que lutam todos os dias são guerreiras, fazendo tudo o que estão para não permitir que essa luta mostre em seus rostos, para não permitir que essa luta afete os que eles amam.

Pessoas com depressão são os seres humanos mais fortes. E, respeitando sua guerra, sua batalha, sua sobrevivência é o mínimo que podemos fazer.

Se você tem depressão, sua luta é válida. Você é corajoso. Eu te vejo.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Traduzido e adaptado pela Equipe da Saber Viver Mais
Fonte: Thought Catalog
Autor: Nikita Gill

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS