Carlos Arce, Pío De Amoriza e Leonardo Cano, são três amigos e empresários que criaram um projeto que busca evitar o corte de 1,5 milhão de árvores, reciclando resíduos plásticos e transformando-os em “madeira plástica”.

Os itens de reciclagem de Mendoza, como frascos de xampu, refrigerantes e fardos para transformá-los em postes e placas de plástico, dão vida ao seu projeto Madera Plástica Mendoza, que começou em 2017.

Instagram @maderaplasticamza

“Viemos de diferentes mundos trabalhistas, mas concordamos com a preocupação com o plástico e com a necessidade de reciclá-lo. Portanto, com base em estudos da UNCuyo e em investigar empresas que fabricam madeira plástica no mundo, analisamos a possibilidade de fazê-lo aqui “, disse Leo Cano à Ecocuyo .

O empreendimento começou quando a equipe, após vários testes, adquiriu sua primeira máquina em um ferro-velho e deu vida aos seus primeiros protótipos de postes de plástico. Então um enólogo de Barrancas se interessou por seu produto.


Instagram @maderaplasticamza

“Esse foi o primeiro passo do nosso empreendimento, mas ainda enfrentávamos a necessidade de financiamento para continuar. Aplicamos um fundo de Sementes através da incubadora de empresas da cidade de Mendoza e levantamos capital que nos permitiu comprar as primeiras máquinas a reciclar em série “, disse ele a Ecocuyo Cano.

“Cada posto reciclado é chamado Vidplast, recupera mais de 10 quilos de resíduos plásticos e nossos postos instalados recuperam cerca de 6.000 quilos de lixo desse material por hectare, evitando o corte de mais de 300 árvores”, disse o grupo à Buenos Aires Economic.


Instagram @maderaplasticamza

“Emprestamos um empréstimo do Fundo de Sementes do município da capital e investimos em máquinas industriais maiores e até utilizamos nossos recursos, vendemos motocicletas, carros, instrumentos musicais e, em pouco mais de um ano, estávamos subindo”, acrescentou Cano.

Os empresários coletam plástico reciclado graças à colaboração de recuperadores urbanos, empresas agrícolas e um grupo voluntário de sete jovens chamado Botellas con amor.


Instagram @maderaplasticamza

Em relação às características do material reciclado, os parceiros detalharam que a fabricação de postes para vinhedos é feita com material plástico 100% reciclado, produzidos sem o uso de água e resistentes a intempéries, umidade, insetos e produtos. produtos químicos.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS