É difícil pensar que existam pessoas mais inteligentes do que o físico Albert Einstein e o cosmólogo Stephen Hawking . Ambos com uma pontuação de 160 QI , tornaram-se um objetivo distante para aqueles que procuraram superá-los como gênios. Sem esquecer que, além de seu alto coeficiente intelectual, existem suas inúmeras contribuições para as ciências .

Mas, claro, para alcançar o nível de suas descobertas já é algo épico . Então é melhor se referir exclusivamente ao seu QI, que, como foi visto anteriormente, não é pequeno. E, de fato, de acordo com o portal Science ABC , apenas 11 pessoas em toda a história oficial conseguiram superar esses dois gênios em sua pontuação.
A primeira no ranking é Ainan Celeste Cawley, com um IC de 263 . Hoje mais uma representante do sexo feminino conseguiu superar o IC de 160. Tara Sharifi , uma iraniana de 11 anos , se tornou parte deste grupo exclusivo graças ao QI 162 , que obteve no teste para conhecer seu QI.
Agora existem 12 pessoas que superaram os gênios, Einstein e Hawking .

“Fiquei surpresa quando obtive o resultado, nunca esperei obter uma pontuação tão boa.” disse Tara , depois de conhecer seu QI, segundo o Iran Front Page .

Esta estudiosa iraniana fez o exame em Oxford, no qual ela teve que responder a perguntas dentro de um tempo definido. Isso depois de decidir fazer o teste junto com seus pais. Quem foram os primeiros a se surpreenderem com os resultados. Os segundos eram os amigos de Tara, que ficaram com a boca aberta com o resultado do teste.

Esse resultado permite que ela seja um membro da Mensa , que é uma sociedade para aqueles que têm o QI mais alto do mundo . E Tara não vê a hora de conhecer os outros membros desta organização em sua primeira reunião.

Seus pais sabiam que ela era um possível gênio infantil, quando a viram respondendo às perguntas matemáticas na televisão antes dos participantes. Matéria em que, a propósito, Tara gosta e quer se dedicar.

Publicado originaldo no site UPSOCL

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS