A Dinamarca caminha a passos largos para duplicar sua produção de alimentos orgânicos até 2020.

O país nórdico está trabalhando forte para substituir os alimentos cultivados com os métodos tradicionais por orgânicos e estimulando a demanda por produtos livres de agrotóxicos.

Em 2017, a Dinamarca foi o país com o maior consumo proporcional de alimentos biológicos, com 9,6% de toda a comida vendida no país sendo de origem orgânica. A informação é do Conselho de Comida e Agricultura dinamarquês, que representa o setor no país.

Um dos objetivos é duplicar a produção de cultivos orgânicos antes de 2020, através de subsídios para os pequenos agricultores. A meta do governo é que a produção livre de agrotóxicos passe de 9% para 18%,

Outra meta do governo é que 60% dos alimentos que são destinados a hospitais, escolas e restaurantes comunitários sejam orgânicos.

Pode parecer um plano audacioso, mas a Dinamarca trabalha há 25 anos para alcançar esses objetivos. Um exemplo disso a nível local é que o país tem criado projetos para que os municípios possam criar hortas em terrenos abandonados.

Mas porque consumir produtos orgânicos?

1) Evita problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias tóxicas, como os resíduos de agrotóxicos e metais pesados presentes nos produtos convencionais.

2) São mais nutritivos e originam de solos ricos e balanceados com adubos naturais.

3) São mais saborosos. Em sua produção não há agrotóxicos ou produtos químicos que possam alterá-los.Alimentos quando são cultivados em seu próprio tempo e sem produtos químicos são mais saudáveis e saborosos.

4) Protege futuras gerações. A agricultura orgânica exclui o uso de fertilizantes químicos solúveis e agrotóxicos. Tem como base a preservação dos recurso naturais.

5) Evita a erosão do solo. Através das práticas conservacionistas, recupera e eleva a qualidade do solo.

6) Proteje a qualidade da água. Os agrotóxicos utilizados nas plantações convencionais atravessam o solo e poluem rios e lagos.

7) Restaura a biodiversidade, protegendo a vida animal e vegetal.

8) Ajuda os pequenos agricultores. Em sua maioria, a produção orgânica é realizada por pequenos núcleos familiares que tem na terra a sua única fonte de sustento.

9) Economiza energia. É o procedimento contrário da agricultura convencional que se apóia no petróleo como insumo de agrotóxicos e fertilizantes e é a base para a intensa mecanização que a caracteriza.

10) O produto é certificado. A qualidade do produto orgânico é assegurada por um Selo de Certificação.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Informações:Razões Para Acreditar

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS