Para prevenir ataques cardíacos, é importante evitar alimentos não saudáveis, mas também comer alimentos ricos em nutrientes, fibras e gorduras saudáveis.

Embora nos últimos anos o número de mortes por doença cardíaca tenha diminuído, eles continuam a ser a principal causa de morte no mundo.

A boa notícia é que agora sabemos muito mais sobre como prevenir doenças cardiovasculares, que incluem acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

É claro que comer saudável e um estilo de vida saudável com exercícios regulares pode fazer uma grande diferença. Nós compilamos para você uma lista de 30 alimentos que você deve adotar para reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

1-Salmão

Como contém grandes quantidades de ácidos graxos ômega-3, o salmão ajuda a reduzir o risco de arritmia (batimento cardíaco irregular) e aterosclerose (acumulação de placa nas artérias), bem como níveis de triglicerídeos. Os médicos recomendam comer peixe e, de preferência, peixe gordo pelo menos duas vezes por semana. Os ácidos graxos ômega-3 também são encontrados em suplementos dietéticos.

2. Aveia

Rolled oats (oat flakes), milk and golden wheat ears on wooden background. Raw food ingredients, healthy lifestyle, cooking food

A aveia é rica em fibras solúveis, possue particularidades em reduzir o colesterol. Ela age como uma esponja no sistema digestivo e absorve o colesterol para que ele seja eliminado do corpo e não absorvido na corrente sanguínea.

As nutricionistas recomendam evitar a aveia instantânea porque muitas vezes contêm açúcar. É melhor escolher uma aveia antiquada ou mesmo de cozimento rápido. Outros alimentos feitos de grãos integrais, como pão, macarrão e grãos de milho, são bons para o coração, desde que contenham cereais integrais.

3-Chocolate escuro-70% Cacau

Vários estudos concordam que o chocolate escuro é bom para o seu coração. Por exemplo, um estudo de 2012 descobriu que o consumo diário de chocolate pode reduzir os ataques cardíacos não fatais e acidentes vasculares cerebrais em pessoas com alto risco para esses problemas.

Atenção: o verdadeiro chocolate escuro deve consistir em pelo menos 60 a 70% de cacau. Chocolate escuro contém flavonóides chamados de polifenóis que ajudam a baixar a pressão arterial. Por outro lado (e infelizmente), o chocolate com leite e a maioria das barras de chocolate não são recomendados.

4-Citricos

As mulheres que consomem grandes quantidades de flavonóides encontradas nas laranjas e toranja têm um risco 19% menor de terem isquêmico (causado por um coágulo). Os citrinos também são ricos em vitamina C, que tem sido associado a um menor risco de doença cardíaca.

Cuidado com os sucos cítricos que contenham açúcares adicionados. Além disso, esteja ciente de que os produtos que contenham toranja podem interferir com a ação dos medicamentos para reduzir o colesterol.

5-A batata

Não há motivos para fugir das batatas com base em que eles estão recheados com este “mau” amido. Enquanto não estiverem na forma de produtos fritos, as batatas são boas para o seu coração.

Eles são ricos em potássio, o que pode ajudar a baixar a pressão arterial. Eles também são ricos em fibras, o que pode reduzir o risco de doença cardíaca.

6-Os tomates

Você deve comer mais tomates! os tomates são ricos em potássio, o que é muito bom para o coração. Além disso, eles são uma boa fonte de licopeno.

O licopeno é um carotenoide antioxidante que pode ajudar a eliminar o colesterol “ruim”, manter os vasos sanguíneos abertos e reduzir o risco de ataque cardíaco. Além disso, porque eles são baixos em calorias e baixos em açúcar, eles são compatíveis com uma dieta saudável.

7-Castanhas

As nozes incluem amêndoas, nozes, pistache, amendoim e nozes de macadâmia, cujas fibras são excelentes para o seu coração. Essas frutas também contêm vitamina E, o que ajuda a reduzir o colesterol ruim.

Algumas nozes, como nozes, também são ricas em ácidos graxos ômega-3. Seja cuidadoso no entanto, evite as nozes salgadas.

8-Alho

O alho foi usado por 5.000 anos. Os atletas grego usaram isso para aumentar seu desempenho atlético, aproveitando as propriedades da vasodilatação e bronco-dilatação desse alimento que também ajuda a combater o colesterol ruim.
Prefira o alho cru com alho cozido.

Assim, uma quantidade recomendada para reduzir o risco de problemas cardiovasculares de 2 a 5 gramas para alho cru e de 10 a 15 gramas para o alho cozido.

9-Azeite extra virgem

De acordo com um estudo, as pessoas com alto risco de doença cardíaca e seguiram uma dieta mediterrânea (rica em cereais, frutas e vegetais), complementada pelo consumo de nozes e pelo menos quatro colheres de sopa por dia de óleo de Azeite de Oliva, puderam observar uma redução de 30% no risco de ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais e morte. O azeite é uma boa fonte de ácidos graxos monoinsaturados, o que ajuda a reduzir os níveis de colesterol e açúcar no sangue. As azeitonas próprias, sejam verdes ou pretas, são outra fonte de gordura “boa”. Adicione-os aos seus pratos!

10-Vinho tinto

Vinho tinto mas atrativo do cartão de crédito. No entanto, tudo é sobre o equilíbrio. Assim, consumir mais de dois óculos por dia, o efeito oposto. Para alguns pesquisadores, composto chamado resveratrol, que dá ao vinho seus benefícios. No entanto, não se preocupe, você não precisa beber! O resveratrol é encontrado em outros alimentos, como manteiga de amendoim e uvas.

Traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais
Fonte: Mieux Exister

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS